שמע ישראל י-ה-ו-ה אלקינו י-ה-ו-ה אחד
Shemá Yisrael Adonai Elohêinu Adonai Echad

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Patriarcas e Reformadores da Igreja eram Anti-semitas?

A partir de frases antológicas dos Patriarcas da Igreja e dos Reformadores Medievais traçamos a origem do enraizamento do espírito de anti-semitsmo que permeia a Igreja de Cristo.
E somente poderemos vencer este tipo de pensamento nos dias de hoje, com a Restauração do Entendimento das Raízes Judaicas da Fé Cristã que já tem se espalhado pelo Mundo pela ação do Espírito Santo de D-us que fará de Gentios e Judeus uma única família conforme Efésios 2.



“... o propósito disso (circuncisão) foi para que vocês e apenas vocês pudessem sofrer as aflições que agora são suas; para que apenas a vossa terra (Israel) fosse desolada, e suas cidades arruinadas pelo fogo, para que os frutos da vossa terra sejam comidos por estrangeiros perante os seus olhos; para que nenhum de vocês possam entrar na cidade de Jerusalém.”
Justino Mártir – Diálogo com Trifão, o judeu (entre 138 e 161 d.C)





  “Os Judeus não adoram a Deus, mas a demônios. Portanto, todas as suas festas são impuras (...) A sinagoga é pior do que um bordel (...) templo de demônios devotos a cultos idólatras (...) assembléia criminal de Judeus(...) um local onde os assassinos de Cristo se reúnem (...) um lugar de encontro para os assassinos de Cristo, uma casa pior do que uma loja de beberrões, um covil de ladrões, uma casa de má fama, uma habitação da iniqüidade, o refúgio de demônios, um abismo da perdição. Quanto a mim, eu odeio a sinagoga ... Eu odeio os judeus, pelo mesmo motivo.”

João Crisóstomo (344 – 407 d.C.)




“Quão odiosos são para mim os inimigos da vossa Escritura! Como eu queria que Tu os degolasse (os Judeus) com tua espada de dois gumes, para que não existisse mais ninguém para se opor a vossa palavra! Com alegria eu prefiro a morte deles para viver para ti!”

Agostinho (354 – 430 d.C.) – Confissões



 

“Em primeiro lugar, suas sinagogas devem ser incendiadas, e tudo o que não queima deve ser coberto ou com sujeira espalhada de forma que ninguém nunca mais seja capaz de ver uma cinza ou pedra dela. E isso deve ser feito para a glória de Deus e do cristianismo para que Deus possa ver que nós somos cristãos, e que não temos tolerado ou aprovado publicamente em suas mentiras, praguejando e blasfemando do Filho e dos cristãos de Deus.
Em segundo lugar, suas casas devem igualmente ser quebradas e destruídas. Para que eles não cometam lá as mesmas coisas que fazem nas suas sinagogas. Por esta razão, eles devem ser colocados sob um mesmo teto ou num estábulo, como ciganos, para que possam perceber que não são mestres em nossa terra, mas prisioneiros miseráveis, se queixando diante de Deus com amargo pranto.”
Martinho Lutero – Os Judeus e suas Mentiras – 1543

“A teimosia podre e inflexível dos judeus faz com que os judeus mereçam ser oprimidos infinitamente, sem medida e sem fim, e que eles morram na própria miséria sem piedade de ninguém”.



João Calvino – Resposta a questões e objeções de um certo Judeu


Portanto, lembrai-vos de que, outrora, vós, gentios na carne, (...) estáveis sem o Mashiach, SEPARADOS DA COMUNIDADE DE ISRAEL e estranhos às alianças da promessa, não tendo esperança e sem D-us no mundo. Mas, agora, em Yeshua HaMashiach, vós, que antes estáveis longe, fostes aproximados pelo sangue do Mashiach (...) assim, já não sois estrangeiros e peregrinos, mas concidadãos dos santos, e sois da família de D-us, edificados sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, sendo ele mesmo, Yeshua HaMashiach, a pedra angular; (Ef 2:11-13; 19-20)
Fonte do Entendimento e das Citações: 4º Curso de Inverno do Ensinando de Sião - Curitiba – PR – julho 2011 - Prof. Matheus Z. Guimarães.


8 comentários:

  1. Mesmo que os judeus tradicionais não acreditassem no Messias, os reformadores da igreja em seus devaneios erraram feio. Lutero ao passo que tem minha admiração bpela reforma tem também meu pesar pela sua defesa anti semita. Graças a Deus há conversão de Judeus. E todos tem acesso à graça. Shalom

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigado pelo Post foi uma fonte de pesquisa enriquecedora Que o Eterno possa lhe honrar!

    ResponderExcluir
  3. Muito obrigado pelo Post foi uma fonte de pesquisa enriquecedora Que o Eterno possa lhe honrar!

    ResponderExcluir
  4. Ilustre Metushelach Cohen,
    Você poderia, por gentileza, informar a fonte bibliográfica dessa citação imputada a João Calvino?

    "A teimosia podre e inflexível dos judeus faz com que os judeus mereçam ser oprimidos infinitamente, sem medida e sem fim, e que eles morram na própria miséria sem piedade de ninguém."

    Grato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Response To Questions and Objections of a Certain Jew (Ad quaestiones et objecta Judaei cuiusdam responsio).

      Excluir
    2. http://truesonsofabraham.com/Calvin_Response.pdf

      Excluir
  5. Obrigado pela indicação da fonte. Todavia, essa exata fonte por você indicada DESDIZ textualmente que João Calvino tenha desse modo se exprimido. Mais exatamente, na página 9, o tradutor e comentarista CLEMENT PULASKI transcreve aquela frase no original em latim e a traduz novamente para o inglês com o sentido que, SEGUNDO ELE, seria o exato. E, nessa sua tradução, decididamente não se pode atribuir a João Calvino o lamentável antissemitismo.

    Veja a frase no original em latim:

    "Primo meretur eorum perdita obstinatio et indomabilis, ut immensa miseriarum congerie sine fine et modo oppressi omnes exhilarent suis malis, nemo autem eorum misereatur."

    Veja a tradução anterior para o inglês (incluída em seu post):

    "The Jews’ rotten and unbending stiffneckedness deserves that they be oppressed unendingly and without measure or end and that they die in their misery without the pity of anyone."

    E a tradução tida (nesse mesmo livro) como a correta:

    "First of all, their depraved and indomitable obstinacy merits that none of them be pitied, as they all delight in their evils while being oppressed by a great mass of miseries without end or measure."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostou da indicação, eu sabia, gosto de mostrar para ajudar a livrar Calvino das suas pseudos-falas, pena que os seus seguidores na Europa Central não entenderam da forma correta, e sim da errada e perseguiram, destruíram casas, vilipendiaram muitos judeus que único crime é de viver uma vida diferente da deles.

      Excluir

Faça um blogueiro feliz, Comente porfavooooooooooooor