שמע ישראל י-ה-ו-ה אלקינו י-ה-ו-ה אחד
Shemá Yisrael Adonai Elohêinu Adonai Echad

sábado, 23 de julho de 2011

Evangelho de João 1:1-14 - Transliteração do Grego.

Evangelho de João 1:1-14 - Transliteração do Grego.


Tudo por meio dela veio a existir,
e aparte dela nada viria a existir daquilo que existe
Transliteração de João 1:3

Esta postagem é resultado de adaptação de resposta a um pedido de transliteração do texto original grego de João capítulo 1° dos versos 1° ao 14°, nos feito pelo nosso caro participante Zergon.

Tal transliteração é particularmente minha, cuja qual fiz a partir do texto tido por nós do Blog como sendo o mais antigo manuscrito e portanto o de maior confiabilidade, a saber o Textus Sináiticos, não que os outros manuscritos em particular neste trecho tenham alguma divergência.

Com essa transliteração podemos ver que o texto é mais simples do que parece, e nos revela o quão inosada é a teologia feita encima de más traduções, principalmente o tema de o Verbo ser D-us ou D-us ser o Verbo conforme já tivemos a oportunidade de comentarmos aqui no Blog no seguinte link:
http://judeu-autonomo.blogspot.com



Zergon disse para Metushelach:

Só para contextualizar melhor, qual seria a tradução literal correta de João 1:1-14. somente esse trecho de João que eu ainda tenho dúvidas sobre a tradução fiel do hebraico.

 
Metushelach disse para Zergon:

O Evangelho de João não tem nenhum manuscrito ou fonte histórica que comprovem que ele tenha sido originalmente escrito em Hebraico, o que não ocorre com o Evangelho de Mateus que em sua inteireza foi escrito em hebraico, segundo manuscritos e relatos Históricos como por exemplo as citações de Eusébio de Cesaréia em sua obra - História Eclesiástica (Livro 6, Capítulo XXV, 2° e 3° Parágrafos), comprovamos a originalidade em hebraico do Evangelho publicado para os Judeus Messiânicos do 1° século.

Já o Texto Aramaico de João não é 100% confiável e a versão em Hebraico Moderno não tem originalidade nos hebraísmos e quase que parafraseia as versões em Inglês, sendo assim eu postarei a versão grega admitida como sendo a mais antiga, o Textus Sináiticos, João 1:1-14:

1 Ἐν ἀρχῇ ἦν λόγος, καὶ λόγος ἦν πρὸς τὸν θεόν, καὶ θεὸς ἦν λόγος. 2 οὗτος ἦν ἐν ἀρχῇ πρὸς τὸν θεόν. 3 πάντα διαὐτοῦ ἐγένετο, καὶ χωρὶς αὐτοῦ ἐγένετο οὐδὲ ἓν γέγονεν 4 ἐν αὐτῷ ζωὴ ἦν, καὶ ζωὴ ἦν τὸ φῶς τῶν ἀνθρώπων· 5 καὶ τὸ φῶς ἐν τῇ σκοτίᾳ φαίνει καὶ σκοτία αὐτὸ οὐ κατέλαβεν. 6 Ἐγένετο ἄνθρωπος ἀπεσταλμένος παρὰ θεοῦ ὄνομα αὐτῷ Ἰωάννης· 7 οὗτος ἦλθεν εἰς μαρτυρίαν ἵνα μαρτυρήσῃ περὶ τοῦ φωτός, ἵνα πάντες πιστεύσωσιν διαὐτοῦ. 8 οὐκ ἦν ἐκεῖνος τὸ φῶς ἀλλἵνα μαρτυρήσῃ περὶ τοῦ φωτός. 9 Ἦν τὸ φῶς τὸ ἀληθινόν, φωτίζει πάντα ἄνθρωπον, ἐρχόμενον εἰς τὸν κόσμον. 10 ἐν τῷ κόσμῳ ἦν καὶ κόσμος διαὐτοῦ ἐγένετο καὶ κόσμος αὐτὸν οὐκ ἔγνω. 11 εἰς τὰ ἴδια ἦλθεν καὶ οἱ ἴδιοι αὐτὸν οὐ παρέλαβον. 12 ὅσοι δὲ ἔλαβον αὐτὸν, ἔδωκεν αὐτοῖς ἐξουσίαν τέκνα θεοὺ γενέσθαι, τοῖς πιστεύουσιν εἰς τὸ ὄνομα αυτοῦ, 13 οἳ οὐκ ἐξ αἱμάτων οὐδὲ ἐκ θελήματος σαρκὸς οὐδὲ ἐκ θελήματος ἀνδρὸς ἀλλἐκ θεοῦ ἐγεννήθησαν. 14 Καὶ λόγος σὰρξ ἐγένετο καὶ ἐσκήνωσεν ἐν ἡμῖν, καὶ ἐθεασάμεθα τὴν δόξαν αὐτοῦ, δόξαν ὡς μονογενοῦς παρὰ πατρός, πλήρης χάριτος καὶ ἀληθείας.

Vertendo para o português temos: 1 No Princípio era a Palavra, e Palavra estava em D-us, e D-us era a Palavra (ou Razão que é uma tradução admitida para o termo Lógos) 2 a mesma que estava no Princípio em D-us 3 Tudo por meio dela veio a existir, e aparte dela nada viria a existir daquilo que existe 4 Nela(ou em si) a vida existia, e a vida era a luz da Humanidade 5 A luz em meio as trevas brilha, e as trevas não a suprimiram. 6 Houve um homem enviado por D-us, chamado Yochanan, 7 Ele veio como testemunha, para testemunhar sobre a Luz, para que todos cressem por meio dele. 8 Ele não era a luz, mas veio para dar testemunho da luz. 9 Era a luz a verdade que iluminava todos os homens que entram no mundo. 10 Ela estava no mundo, e por meio dela o mundo veio a existir, e o mundo não a compreendeu (ou percebeu) 11Ela veio para os seus e os seus não a receberam 12 Mas a todos quantos a receberam deu-lhes o poder de se tornarem filhos de D-us, aos que crêem no seu nome. 13 dos quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de D-us foram gerados. 14 A Palavra se tornou um Ser Humano, e tabernaculou entre nós e vimos a sua glória como a glória do único gerado do Pai, cheio de graça e de verdade.

 

Esperamos que tal transliteração possa iluminar o entendimento dos que encontravam pedras de tropeço na passagem de João 1.

Por Metushelach Ben Levy.

122 comentários:

  1. Marcus CE fortaleza5 de agosto de 2011 12:25

    NO LIVRO DE HEBREUS CAP: 1, VERS: 1-9. PROVA A QUE O MESSIAS É D-US.
    VERSU 4: VOCÊ É MEU FILHO HOJE ME TORNEI SEU PAI. ORA POR QUE O ETERNO DIRIA: "HOJE" ME TORNEI SE REFERINDO A INTRODUÇÃO DO PRIMOGENITO NO MUNDO. SE ELE SEMPRE FOI O PAI DO MESSIAS. COMO PAI SE REFERE AQUELE QUE GERA, E A GERAÇÃO DE UM CORPO PARA O MESSIAS SE DEU NO TEMPO AQUI DA TERRA. FALA DE GERAR NO MUNDO E NÃO NA ETERNIDADE, VISTO QUE O YESHUA SEMPRE EXISTIU. ALGUMAS PESSOAS NÃO CONSENGUEM ENTENDER QUE A LINGUAGEM DE "PAI, FILHO E PRIMOGENITO" SE REFIRAM A ACONTECIMENTOS TERRENOS E NÃO CELESTES. E NO VERSU 8-9: MAS, A RESPEITO DO FILHO,"ELE O ETERNO D-US" DIZ: O TEU TRONO, Ó D-US,--LEBRESSE QUE ESSE Ó D-US SE REFERE AO FILHO.E, QUE QUEM ESTÁ FALANDO É O PRÓPRIO ETERNO-- PERMANECERÁ PARA TODO SEMPRE:GOVERNAS TEU REINO COM CETRO DE EQUIDADE;AMAS A JUSTIÇA E ODEIAS A INIQUIDADE.PORTANTO, Ó D-US, -O FILHO NOVAMENTE- O TEU D-US -O ETERNO-TE UNGIU COM OLEO DE ALEGRIA, PREFERINDO-TE A TEUS IRMÃOS. SE QUALQUER UM MEDITAR NESSE TEXTO CHEGARÁ A MESMA CONCLUSÃO A MENOS QUE A PASSAGEM NÃO EXISTA. MAS COMO É UM TEHILLIM 45.7,8(6,7) E ESTÁ NOS SAGRADOS ESCRITOS ANTIGOS; NÃO VEJO NENHUMA RAZÃO PARA CONTINUAR PENSANDO QUE YESHUA HAMASHIACH NÃO É D-US EM SI MESMO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ISSO FOI MITOLOGIA QUE IMBUTIU NÃO SÃO TRES DEUSES EM UM!
      O Pai é o Criador e Yeshua (Jesus) Salvador ele é um no sentido de estar de acordo, em sintonia com o Criador tanto que quando perguntado quando seria o fim ele disse: Somente o meu Pai sabe! Na cruz disse: Pai, nas tuas mãos entrego meu espírito! Não é questão de divindade! Após sua ressurreição ele disse: AGORA É ME DADO TODO O PODER... E ainda assim está debaixo da soberania do Pai Criador.Em outros lugares ele manda adorar apenas ao Criador nunca quis ser igual a Deus e nunca pediu pra prestar cultos a ele próprio e nem ao Espirito Santo. DEUS FALA EM GENESIS: Façamos o homem a nossa imagem. SE NÃO ELE DIRIA VOU FAZER A MINHA IMAGEM.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. PRIMEIRA PARTE DA RESPOSTA
      Jesus é Deus?
      NA OPINIÃO de muitos, a Trindade é “a doutrina central da religião cristã”. Segundo esse ensino, o Pai, o Filho e o espírito santo são três pessoas num só Deus. O cardeal John O’Connor disse o seguinte sobre a Trindade: “Sabemos que é um mistério muito profundo, que ainda nem começamos a entender.” Por que é tão difícil entender a Trindade?
      O The Illustrated Bible Dictionary (Dicionário Bíblico Ilustrado) apresenta uma razão. Falando sobre a Trindade, essa obra admite: “Não é uma doutrina bíblica no sentido de que ela não aparece textualmente na Bíblia.” Visto que a Trindade “não é uma doutrina bíblica”, os trinitários têm tentado desesperadamente achar textos bíblicos, até mesmo distorcendo-os, para apoiar seu ensino.
      Um texto que ensina a Trindade?
      Um exemplo de um versículo bíblico que muitas vezes é mal usado é João 1:1. Na Nova Versão Internacional esse versículo diz: “No princípio era a Palavra, e a Palavra estava com Deus [em grego, ton the•ón], e a Palavra era Deus [the•ós].” Esse versículo contém duas formas do substantivo grego the•ós (deus). A primeira é precedida de ton (o), uma forma do artigo definido grego. Nesse caso a palavra the•ón se refere ao Deus Todo-Poderoso. Mas na segunda ocorrência de the•ós, não há artigo definido. Será que ele foi incorretamente deixado de fora?
      O Evangelho de João foi escrito em coiné, ou grego comum, que tem regras específicas para o uso do artigo definido. O erudito bíblico A. T. Robertson reconhece que, se tanto o sujeito como o predicado tiverem artigos, “ambos são definidos, considerados idênticos, iguais e intercambiáveis”. Robertson cita como exemplo Mateus 13:38, que diz: “O campo [em grego, ho a•grós] é o mundo [em grego, ho kósmos].” Essa estrutura gramatical permite-nos entender que o mundo também é o campo.
      O que dizer, porém, se o sujeito tiver um artigo definido, mas o predicado não, como em João 1:1? Citando esse versículo como exemplo, o erudito James Allen Hewett enfatiza: “Numa construção assim, o sujeito e o predicado não são os mesmos, nem são iguais, idênticos ou algo parecido.”
      Para exemplificar, Hewett usa 1 João 1:5, que diz: “Deus é luz.” Em grego, “Deus” é ho the•ós e, portanto, tem artigo definido. Mas fos para “luz” não é precedido de nenhum artigo. Hewett explica: “É sempre possível . . . identificar Deus com a luz, mas nem sempre é possível dizer que a luz é Deus.” Encontramos exemplos semelhantes em João 4:24, “Deus é Espírito” e em 1 João 4:16, “Deus é amor”. Nesses dois versículos, os sujeitos têm artigo definido, mas os predicados “Espírito” e “amor”, não têm. Portanto, os sujeitos e os predicados não são intercambiáveis. Desses versículos não se pode concluir que “Espírito é Deus” ou que “amor é Deus”.

      Excluir
    4. SEGUNDA PARTE DA RESPOSTA

      Identidade ou característica da “Palavra”?
      Muitos eruditos em grego e tradutores da Bíblia reconhecem que João 1:1 não destaca a identidade da “Palavra”, mas uma característica da “Palavra”. William Barclay, tradutor bíblico, diz: “Visto que [o apóstolo João] não usa artigo definido antes da palavra theos, ela se torna uma descrição . . . João não está aqui identificando a Palavra como sendo Deus. Expresso de modo simples, ele não diz que Jesus é Deus.” O erudito Jason David BeDuhn também declara: “Em grego, quando não se usa o artigo antes de theos numa frase como a de João 1:1c, os leitores entendem que se quer dizer ‘um deus’. . . . O fato de não ter artigo faz com que theos tenha um sentido bem diferente de ho theos, que tem artigo definido, assim como em inglês [e em português] ‘um deus’ é bem diferente de ‘Deus’.” BeDuhn acrescenta: “Em João 1:1, a Palavra não é o Deus único e exclusivo, mas é um deus, ou um ser divino.” Ou, conforme expressou Joseph Henry Thayer, um erudito que trabalhou na American Standard Version (Versão Americana Padrão), “o Logos [ou Palavra] era divino, não o próprio Ser divino”.
      Será que a identidade de Deus precisa ser “um mistério muito profundo”? Para Jesus não era. Numa oração ao seu Pai, Jesus fez uma clara distinção entre ele e seu Pai, quando disse: “Isto significa vida eterna, que absorvam conhecimento de ti, o único Deus verdadeiro, e daquele que enviaste, Jesus Cristo.” (João 17:3) Se acreditarmos nessas palavras de Jesus e entendermos os ensinos claros da Bíblia, nós o respeitaremos pelo que ele realmente é: o Filho divino de Deus. E adoraremos a Jeová como “o único Deus verdadeiro”.

      OBTENHA MAIS FATOS
      A maioria das pessoas não conhece o grego bíblico. Como, então, você pode saber o que o apóstolo João realmente queria dizer? Pense neste exemplo: um professor explica um assunto aos seus alunos. No final, os alunos entendem a explicação de maneiras diferentes. Como podem resolver o assunto? Talvez pedindo mais informações ao professor. Sem dúvida, aprender fatos adicionais os ajudará a entender melhor o assunto. De modo similar, para entender o sentido de João 1:1, você pode encontrar no Evangelho de João mais informações sobre a posição de Jesus. Aprender fatos adicionais sobre esse assunto o ajudará a chegar à conclusão certa.
      Por exemplo, veja o que João escreveu no capítulo 1, versículo 18: “Nenhum homem jamais viu a Deus [o Todo-Poderoso].” No entanto, humanos viram Jesus, o Filho, pois João diz: “O Verbo [Jesus] se fez carne e habitou entre nós, e vimos a sua glória.” (João 1:14, Al) Como, então, o Filho poderia ser parte do Deus Todo-Poderoso? João disse também que o Verbo estava “com Deus”. Mas como pode uma pessoa estar com alguém e, ao mesmo tempo, ser essa pessoa? Além do mais, conforme registrado em João 17:3, Jesus faz uma clara distinção entre ele e seu Pai celestial. Ele chama seu Pai de “único Deus verdadeiro”. E, quase no fim de seu Evangelho, João resume o assunto dizendo: “Estes foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus.” (João 20:31) Note que Jesus não é chamado de Deus, mas sim de Filho de Deus. Essas informações adicionais, fornecidas no Evangelho de João, mostram como João 1:1 deve ser entendido. Jesus, a Palavra, é “um deus” no sentido de que ele tem uma alta posição, mas não é o mesmo que o Deus Todo-Poderoso.

      Excluir
    5. TERCEIRA PARTE DA RESPOSTA SE JESUS É DEUS.

      CONFIRME OS FATOS
      Pense de novo no exemplo do professor e dos alunos. Digamos que alguns alunos ainda tenham dúvidas, mesmo depois da explicação adicional do professor. O que poderiam fazer? Poderiam recorrer a outro professor em busca de mais informações sobre o mesmo assunto. Se o segundo professor confirmasse a explicação do primeiro, as dúvidas da maioria dos alunos talvez fossem sanadas. Da mesma forma, se você não tiver certeza sobre o que o escritor bíblico João realmente queria dizer a respeito da relação entre Jesus e o Deus Todo-Poderoso, poderá recorrer a outro escritor bíblico em busca de mais informações. Veja o que foi escrito por Mateus, por exemplo. A respeito do fim do atual sistema mundial, ele citou as palavras de Jesus: “Acerca daquele dia e daquela hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, mas unicamente o Pai.” (Mateus 24:36) De que modo essas palavras confirmam que Jesus não é o Deus Todo-Poderoso?
      Jesus disse que o Pai sabia mais do que o Filho. Se Jesus fosse parte do Deus Todo-Poderoso, no entanto, ele conheceria os mesmos fatos que o Pai. Portanto, o Filho e o Pai não podem ser iguais. Ainda assim, alguns dirão: ‘Jesus tinha duas naturezas. Aqui ele falava como humano.’ Mas, mesmo que isso fosse assim, que dizer do espírito santo? Se o espírito santo e o Pai são parte do mesmo Deus, por que Jesus não disse que o espírito santo sabia o que o Pai sabia?
      Ao continuar seu estudo da Bíblia, você conhecerá muitos mais textos bíblicos que se aplicam a esse assunto. Eles confirmam a verdade a respeito do Pai, do Filho e do espírito santo. — Salmo 90:2; Atos 7:55; Colossenses 1:15.

      Excluir
    6. Os ensinos de vcs sobre a trindade e muito parecido com as Testemunhas de Jeová. . qual o nome da Religião d vcs? Eu não conheço,boa noite!

      Excluir
    7. Os ensinos de vcs sobre a trindade e muito parecido com as Testemunhas de Jeová. . qual o nome da Religião d vcs? Eu não conheço,boa noite!

      Excluir
    8. Sabemos que o tetrarama sagrado YHWH, é usado ao ETERNO, na Bíblia Israelita, em João 20:28 Tomé disse a yaohushua: YHWH, e Deus meu!
      Deus com D maiúsculo, como em Isaias 9:6 Deus maísculo. O mesmo Deus de João 1:1 a palavra estava com Deus , e não com deus.
      Note q em João 20:28 na Bíblia Israelita tome usa o tetragrama para se referir ao machiach!
      Lembrando muito bem de João 17:3 conheçam a ti o ÚNICO Deus verdadeiro, mais uma vez com maísculo, e nos apegamos ao ÚNICO Deus VERDADEIRO!
      E Isaias 43:10 fala q antes e depois de mim não houve e e nem vai haver deus algum , aqui o eterno se refere deus minúsculo para dizer q deus minúsculo se refere a deuses q ele não tolera!
      Então como a palavra pode ser um deus ?
      Então o Deus q disse q não haveria nenhum deus , criou um deus????????

      Excluir
    9. Sabemos que o tetrarama sagrado YHWH, é usado ao ETERNO, na Bíblia Israelita, em João 20:28 Tomé disse a yaohushua: YHWH, e Deus meu!
      Deus com D maiúsculo, como em Isaias 9:6 Deus maísculo. O mesmo Deus de João 1:1 a palavra estava com Deus , e não com deus.
      Note q em João 20:28 na Bíblia Israelita tome usa o tetragrama para se referir ao machiach!
      Lembrando muito bem de João 17:3 conheçam a ti o ÚNICO Deus verdadeiro, mais uma vez com maísculo, e nos apegamos ao ÚNICO Deus VERDADEIRO!
      E Isaias 43:10 fala q antes e depois de mim não houve e e nem vai haver deus algum , aqui o eterno se refere deus minúsculo para dizer q deus minúsculo se refere a deuses q ele não tolera!
      Então como a palavra pode ser um deus ?
      Então o Deus q disse q não haveria nenhum deus , criou um deus????????
      E mais !!!
      Quando Moisés perguntou qual seu nome ?
      Ele respondeu EU SOU!
      Yaohushua sempre disse :
      Eu Sou a videira verdadeira
      EU SOU o caminho a verdade e a vida
      EU SOU o pao dá vida
      EU SOU o pao q desceu do céu
      EU SOU o bom pastor
      Por isso quando os fariseus perguntaram e ele era quem dizia ser ele respondeu: EU SOU!
      Por isso consideraram como blasfêmia dá mais grave, pois eles cuspiram, cobriram os rostos, rasgaram as roupas , pois ele sabiam e conheciam muito bem essa expressão!!

      Excluir
  2. Marcus CE fortaleza5 de agosto de 2011 12:42

    é triste ver a intenção de tirar a divindade do hamashiach. e, nem mesmo assim dar certo. no começo do texto temos: "1 No Princípio era a Palavra, e Palavra estava em D-us, e D-us era a Palavra (ou Razão que é uma tradução admitida para o termo Lógos. quero pegar apenas essa parte do texto pra provar que isso ai não prova nada de yeshua como não sendo D-us. observe que ela vai apoiar totalmente sua divindade. E D-us era a palavra
    1º o grande erro de concorância gramatical; o sujeito de toda a oração é a palavra, porque que mudaram o sujeito justamente na parte de complementoda orção??... a tradução correta fica e a palavra era D-us, nessas horas livros de gramaticas ajudam muito. fica sem logica porque depois na continuação do texto fala da palavra como sendo terceira pessoa. "ela- a palavra - como pode ser isso? não pode.Ela estava no principio com D-us, como se a palavra era D-us. tradução equivocada e impossivel de se admitir.
    2º e não prova nada: 14 A Palavra se tornou um Ser Humano, e tabernaculou entre nós e vimos a sua glória como a glória do único gerado do Pai, cheio de graça e de verdade. Quem se tornou humano? yeshua ha mashiach -a palavra que estava no principio e que era D-us ou D-us era a palavra, tanto faz a ordem dos produtos não altera os fatores. pra encerrar; Se D-us era a palavra e a palavra se tornou homem e quem se tornou homem foi yeshua hamashiach; a conclusão é yeshua é D-us.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. João 17:3:"E a vida eterna é esta:que te conheçam a ti,o Único Deus.Portanto Yeshua não é Deus e sim o Messias,o servo enviado por Deus.Efésio 1:17 mostra que Yeshua também tem Deus e não ele é um Deus.

      Excluir
    2. Exulta, e alegra-te ó filha de Sião, porque eis que venho, e habitarei no meio de ti, diz o SENHOR.
      E naquele dia muitas nações se ajuntarão ao SENHOR, e serão o meu povo, e habitarei no meio de ti e saberás que o SENHOR dos Exércitos me enviou a ti.
      Zacarias 2:10-11

      Disse-lhe Filipe: Senhor, mostra-nos o Pai, o que nos basta.
      Disse-lhe Jesus: Estou há tanto tempo convosco, e não me tendes conhecido, Filipe? Quem me vê a mim vê o Pai; e como dizes tu: Mostra-nos o Pai?
      Não crês tu que eu estou no Pai, e que o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo não as digo de mim mesmo, mas o Pai, que está em mim, é quem faz as obras.
      João 14:8-10

      Nestes textos pode se entender claramente a ligação do Pai e do Filho... o que atesta a divindade de Jesus.

      Excluir
    3. um dia fui procurar uma pessoa muito importante para mim esclarecer algo e esta pessoa não estava,mas tinha deixado uma pessoa de sua confiança em seu lugar,com todos os seu poderes,quando cheguei nessa pessoa,falei que só á outra pessoa que não estava,é que poderia resolver meu problema: o homem olhou para mim e falou:``pode confiar em mim,eu e fulano somos um,o que ele fizer eu também faço...muito bem,logo entendie que os dois não eram a mesma pessoa,mas aquele homem estava naquele momento falando em nome daquele que o deixou naquele cargo e a decissão que ele tomasse,seria apoiado pelo o outro que o deixou no cargo.

      Excluir
    4. PRIMEIRA PARTE DA RESPOSTA
      Jesus é Deus?
      NA OPINIÃO de muitos, a Trindade é “a doutrina central da religião cristã”. Segundo esse ensino, o Pai, o Filho e o espírito santo são três pessoas num só Deus. O cardeal John O’Connor disse o seguinte sobre a Trindade: “Sabemos que é um mistério muito profundo, que ainda nem começamos a entender.” Por que é tão difícil entender a Trindade?
      O The Illustrated Bible Dictionary (Dicionário Bíblico Ilustrado) apresenta uma razão. Falando sobre a Trindade, essa obra admite: “Não é uma doutrina bíblica no sentido de que ela não aparece textualmente na Bíblia.” Visto que a Trindade “não é uma doutrina bíblica”, os trinitários têm tentado desesperadamente achar textos bíblicos, até mesmo distorcendo-os, para apoiar seu ensino.
      Um texto que ensina a Trindade?
      Um exemplo de um versículo bíblico que muitas vezes é mal usado é João 1:1. Na Nova Versão Internacional esse versículo diz: “No princípio era a Palavra, e a Palavra estava com Deus [em grego, ton the•ón], e a Palavra era Deus [the•ós].” Esse versículo contém duas formas do substantivo grego the•ós (deus). A primeira é precedida de ton (o), uma forma do artigo definido grego. Nesse caso a palavra the•ón se refere ao Deus Todo-Poderoso. Mas na segunda ocorrência de the•ós, não há artigo definido. Será que ele foi incorretamente deixado de fora?
      O Evangelho de João foi escrito em coiné, ou grego comum, que tem regras específicas para o uso do artigo definido. O erudito bíblico A. T. Robertson reconhece que, se tanto o sujeito como o predicado tiverem artigos, “ambos são definidos, considerados idênticos, iguais e intercambiáveis”. Robertson cita como exemplo Mateus 13:38, que diz: “O campo [em grego, ho a•grós] é o mundo [em grego, ho kósmos].” Essa estrutura gramatical permite-nos entender que o mundo também é o campo.
      O que dizer, porém, se o sujeito tiver um artigo definido, mas o predicado não, como em João 1:1? Citando esse versículo como exemplo, o erudito James Allen Hewett enfatiza: “Numa construção assim, o sujeito e o predicado não são os mesmos, nem são iguais, idênticos ou algo parecido.”
      Para exemplificar, Hewett usa 1 João 1:5, que diz: “Deus é luz.” Em grego, “Deus” é ho the•ós e, portanto, tem artigo definido. Mas fos para “luz” não é precedido de nenhum artigo. Hewett explica: “É sempre possível . . . identificar Deus com a luz, mas nem sempre é possível dizer que a luz é Deus.” Encontramos exemplos semelhantes em João 4:24, “Deus é Espírito” e em 1 João 4:16, “Deus é amor”. Nesses dois versículos, os sujeitos têm artigo definido, mas os predicados “Espírito” e “amor”, não têm. Portanto, os sujeitos e os predicados não são intercambiáveis. Desses versículos não se pode concluir que “Espírito é Deus” ou que “amor é Deus”.

      Excluir
    5. SEGUNDA PARTE DA RESPOSTA

      Identidade ou característica da “Palavra”?
      Muitos eruditos em grego e tradutores da Bíblia reconhecem que João 1:1 não destaca a identidade da “Palavra”, mas uma característica da “Palavra”. William Barclay, tradutor bíblico, diz: “Visto que [o apóstolo João] não usa artigo definido antes da palavra theos, ela se torna uma descrição . . . João não está aqui identificando a Palavra como sendo Deus. Expresso de modo simples, ele não diz que Jesus é Deus.” O erudito Jason David BeDuhn também declara: “Em grego, quando não se usa o artigo antes de theos numa frase como a de João 1:1c, os leitores entendem que se quer dizer ‘um deus’. . . . O fato de não ter artigo faz com que theos tenha um sentido bem diferente de ho theos, que tem artigo definido, assim como em inglês [e em português] ‘um deus’ é bem diferente de ‘Deus’.” BeDuhn acrescenta: “Em João 1:1, a Palavra não é o Deus único e exclusivo, mas é um deus, ou um ser divino.” Ou, conforme expressou Joseph Henry Thayer, um erudito que trabalhou na American Standard Version (Versão Americana Padrão), “o Logos [ou Palavra] era divino, não o próprio Ser divino”.
      Será que a identidade de Deus precisa ser “um mistério muito profundo”? Para Jesus não era. Numa oração ao seu Pai, Jesus fez uma clara distinção entre ele e seu Pai, quando disse: “Isto significa vida eterna, que absorvam conhecimento de ti, o único Deus verdadeiro, e daquele que enviaste, Jesus Cristo.” (João 17:3) Se acreditarmos nessas palavras de Jesus e entendermos os ensinos claros da Bíblia, nós o respeitaremos pelo que ele realmente é: o Filho divino de Deus. E adoraremos a Jeová como “o único Deus verdadeiro”.

      OBTENHA MAIS FATOS
      A maioria das pessoas não conhece o grego bíblico. Como, então, você pode saber o que o apóstolo João realmente queria dizer? Pense neste exemplo: um professor explica um assunto aos seus alunos. No final, os alunos entendem a explicação de maneiras diferentes. Como podem resolver o assunto? Talvez pedindo mais informações ao professor. Sem dúvida, aprender fatos adicionais os ajudará a entender melhor o assunto. De modo similar, para entender o sentido de João 1:1, você pode encontrar no Evangelho de João mais informações sobre a posição de Jesus. Aprender fatos adicionais sobre esse assunto o ajudará a chegar à conclusão certa.
      Por exemplo, veja o que João escreveu no capítulo 1, versículo 18: “Nenhum homem jamais viu a Deus [o Todo-Poderoso].” No entanto, humanos viram Jesus, o Filho, pois João diz: “O Verbo [Jesus] se fez carne e habitou entre nós, e vimos a sua glória.” (João 1:14, Al) Como, então, o Filho poderia ser parte do Deus Todo-Poderoso? João disse também que o Verbo estava “com Deus”. Mas como pode uma pessoa estar com alguém e, ao mesmo tempo, ser essa pessoa? Além do mais, conforme registrado em João 17:3, Jesus faz uma clara distinção entre ele e seu Pai celestial. Ele chama seu Pai de “único Deus verdadeiro”. E, quase no fim de seu Evangelho, João resume o assunto dizendo: “Estes foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus.” (João 20:31) Note que Jesus não é chamado de Deus, mas sim de Filho de Deus. Essas informações adicionais, fornecidas no Evangelho de João, mostram como João 1:1 deve ser entendido. Jesus, a Palavra, é “um deus” no sentido de que ele tem uma alta posição, mas não é o mesmo que o Deus Todo-Poderoso.

      Excluir
    6. TERCEIRA PARTE DA RESPOSTA SE JESUS É DEUS.

      CONFIRME OS FATOS
      Pense de novo no exemplo do professor e dos alunos. Digamos que alguns alunos ainda tenham dúvidas, mesmo depois da explicação adicional do professor. O que poderiam fazer? Poderiam recorrer a outro professor em busca de mais informações sobre o mesmo assunto. Se o segundo professor confirmasse a explicação do primeiro, as dúvidas da maioria dos alunos talvez fossem sanadas. Da mesma forma, se você não tiver certeza sobre o que o escritor bíblico João realmente queria dizer a respeito da relação entre Jesus e o Deus Todo-Poderoso, poderá recorrer a outro escritor bíblico em busca de mais informações. Veja o que foi escrito por Mateus, por exemplo. A respeito do fim do atual sistema mundial, ele citou as palavras de Jesus: “Acerca daquele dia e daquela hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, mas unicamente o Pai.” (Mateus 24:36) De que modo essas palavras confirmam que Jesus não é o Deus Todo-Poderoso?
      Jesus disse que o Pai sabia mais do que o Filho. Se Jesus fosse parte do Deus Todo-Poderoso, no entanto, ele conheceria os mesmos fatos que o Pai. Portanto, o Filho e o Pai não podem ser iguais. Ainda assim, alguns dirão: ‘Jesus tinha duas naturezas. Aqui ele falava como humano.’ Mas, mesmo que isso fosse assim, que dizer do espírito santo? Se o espírito santo e o Pai são parte do mesmo Deus, por que Jesus não disse que o espírito santo sabia o que o Pai sabia?
      Ao continuar seu estudo da Bíblia, você conhecerá muitos mais textos bíblicos que se aplicam a esse assunto. Eles confirmam a verdade a respeito do Pai, do Filho e do espírito santo. — Salmo 90:2; Atos 7:55; Colossenses 1:15.

      Excluir
    7. Então o Deus com D maiúsculo, o único Deus verdadeiro, q disse qua não haveria deus algum após ele então ele criou um deus ??
      Um deus q ele mesmo é a Bíblia usa para se referir a deuses falsos ?
      Então um deus falso com d minúsculo pode pagar a nossa dívida ???

      Excluir
  3. Marcus CE fortaleza6 de agosto de 2011 12:24

    Yesha-yahu 7.14 Portanto, o próprio Adonay dará a vocês um sinal:A jovem engravidará, dará a luz um filho e o chamará "Immanu El" Deus está conosco ou Deus está com agente. Visto que isso só se aplica a Yeshua; Então yeshua é Deus conosco ou Deus com agente. Qaundo yeshua diz: Paiglorifica o teu filho para que ele te glorifique a ti; ele prova sua divindade: Visto que o eterno não devide sua glória com ninguém. E, O Eterno só glorifica o Filho por que Eles são UM só Deus desde a eternidade, visto que sua glória não é dividida. A palavra não pode estar dentro do Eterno e não ser Deus. visto que Deus é Espírito e não tem uma forma pra ser dividida de ser mesmo. É inconciliável dizer que Yeshua estava dentro do eterno mas, não era o eterno ou Deus. Visto que todos os atributos de Deus se encontra no messias é impossível que ele não seja Deus. Para concluir deixo para vocês como resposta o que o próprio rabino shaul fala da certeza que ele tinha do como sendo divino e igual a o Eterno. Filipensses 2.6 Apesar de ele viver na forma de Deus não considerou a igualdade com Deus algo a ser mantido pela força.

    ResponderExcluir
  4. Marcus CE fortaleza7 de agosto de 2011 08:51

    Sabemos que o Filho de D`s veio e nos deu discernimento para que possamos conhecer quem é genuíno; Além disso, estamos unidos com aquele que é genuíno, unidos com seu Filho Yeshua,o Messias. Ele "Yeshua hamashiach" é o Deus genuíno e a vida eterna. 1 Yochanan 5.20

    ResponderExcluir
  5. Desculpem-me todos por minha ausência constante, mas a patroa está fazendo marcação cerrada para que a dê mais atenção, não só para ela como tambem para nossa princesinha de apenas 10 meses, sendo assim desde já agradeço e conto com a paciência de todos em aguardar pelas respostas e explanações devidas.

    ResponderExcluir
  6. Marcus,

    Gostaria de comentar mais detalhadamente sobre suas postagens, mas a princípio serei sucinto por falta de tempo, mas desde já lhe peço para que articule melhor os seus texto para que possamos compreender o que é citação sua e o que é uma citação bíblica, sendo assim use aspas ou parênteses nas citações bíblicas.
    Sobre os Textos de Hebreus 1:1-9 e Salmos 45:7-8 segue os textos no original para que se acabe com as más interpretações baseadas em traduções não muito boas:
    Salmos 45:7 "אהבת צדק ותשנא רשע על־כן ׀ משחך אלהים אלהיך שמן ששון מחבריך׃", veja que os termos "אלהים אלהיך" Elohim Eloheicha, não tem interjeições, preposições nem vírgulas, que poderiam nos levar a entender que se trata de dois sujeitos distintos como foi mencionado, afirmando que o primeiro termo " אלהים" faz referência ao Filho e que o segundo termo "אלהיך" faz referência ao Pai, nada mais descabido ao se olhar a construção no original.
    A repetição dos termos “D-us, Teu D-us”, “O Senhor, Teu D-us”, “YHWH, Teu D-us”, é tão comum que é vista em toda a Torah, e com esta mesma contrução gramatical vemos logo adiante em outro Salmos, o Salmo 50:7 e como no anterior não há possibilidade gramatical de haver referência a dois sujeitos distintos.
    O contexto do Salmo 45 é enaltecer o Rei, que tanto pode ser apenas de forma temporal ou também de forma atemporal e escatológica para o Mashiach, mas seja como for vemos que o sentido é apenas enaltecer os atributos do Rei e glorificar a D-us por ter sido Ele o responsável pela unção do Rei, e nada vemos de uma revelação da “Endeusação” do Rei de forma alguma.
    O Verso 6 que pode causar alguma interpretação dúbia por ser o trono, atribuído como sendo de D-us, em nada se refere a uma pretensa “Endeusação” do rei, mas sim que o trono dado a David e que será de Yeshua, sempre foi o trono de D-us que Ele sede a quem ele escolher; podemos ver que D-us era o próprio Rei de Israel conforme I Samuel 8, principalmente no verso 7, mas o povo preferiu ser como as outras nações e ter um Rei Humano, e ai que D-us sede o seu trono aos seus Mashiachim os seus Ungidos.
    Outro ponto que poderia ser duvidoso se a sua leitura estivesse correta é o termo final do verso 7 “מחבריך” “mechavereicha” que quer dizer “seus pares, seus consortes, seus co-iguais, companheiros seus”, portanto se você estivesse certo em afirmar que o Rei é um deus, tal deus teria pares, consortes, co-iguais, e tal deus teria que ter sido Ungido por D-us entre tais outros deuses co-iguais, portanto é aqui que mora o perigo de transformar o monoteísmo judaico em Panteão Olímpico Grego-Romano cujo a Trindade de Tertuliano de forma mal compreendida pode causar.
    Vamos ao texto original de Hebreus 1:9: “ηγαπησας δικαιοσυνην και εμισησας ανομιαν δια τουτο εχρισεν σε ο θεος ο θεος σου ελαιον αγαλλιασεως παρα τους μετοχους σου”
    Novamente não vemos interjeições do tipo Óhh, mas vemos os termos “ο θεος ο θεος σου” que vertido ficaria O D-us o D-us seu, que tem na Septuaginta o apoio de entendimento dos Sábios Judeus que comumente se utilização desta locução para se referir a D-us como já vimos em Salmos 45:7; 50:7 e vários outros textos da Torah.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ola!

      cara...

      vc poderia repetir...

      nao entendi nada!

      ;)

      Excluir
  7. Marcus,

    Quanto a D-us ter gerado um Filho, isso significa que ele não fez mais uma criatura como tudo que tem vida na Terra ou como os seres angelicais, mas sim que Ele a partir de si mesmo, da sua essencial, de sua substância, Ele personifica uma de suas mais excelentes ferramentas, a saber, a sua Palavra, note que a Palavra quando estava em D-us, ela não era personificada mas sim apenas uma manifestação de D-us a criação, por isso eu afirmo baseado no original de João 1:1 que D-us era a Palavra, pois a criação somente percebia D-us por meio da Palavra, mas em um certo momento tal Palavra que estava em D-us foi arrancada de D-us “GERANDO” assim um ser distinto, personificado que recebe a honra de ser chamado de Filho, e neste momento da criação que a Palavra de forma personificada começa a colocar ordem e manifestar este amor que o Pai lhe exteriorizou o colocando acima dos anjos e lhe dando a sua destra; quando D-us era a Palavra, “veja o verbo no passado”, ele fez a terra sem forma e vazia, mas no momento que Ele exterioriza a expressão máxima de amor na Geração do Filho, o Filho como a Palavra personificada começa a dar ordem e a sustentar a criação como sendo a Palavra do Poder de D-us Hb. 1:3, veja que é Palavra de seus poder, e não poder de sua palavra, deixando claro que a palavra mesmo que personificada não possui poder em si mesma mas é ferramenta de manifestação de poder de D-us, olhe que interessante, se a palavra nem poder em si mesma ela tem, como pode você afirma que o Filho é D-us em si mesmo, muito divergente tal situação, por isso eu lhe peço para ler detalhadamente a cada pormenor dos texto principalmente em suas línguas originais.
    Tal pensamento exposto aqui, não é apenas meu mas é de muitos que a milênios estudam a manifestação da “MENRA” de D-us, pois nos targumim sempre que há a manifestação teofânica de D-us, se relata que era a “MENRA” de D-us que se fazia presente, assim como no Jardim do Éden era a “MENRA” que se manifestava a Adam na viração do dia, assim como as conversas cara a cara que Moises tinha, eram com a “MENRA” que é a Palavra que se Personificou como o Filho de D-us que revela o Pai.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Diogo diz:Olá amigo,compartilho em alguns pontos com seu pensamento,que não havia filho como filho,mas sim o Verbo(uma das manifestações de YAH),e que essa manifestação adquiriu natureza e consciência própria individual,ao encarnar.Acredito que a mesma tendo saindo do próprio YAH é sua emanação,conforme podemos entender em:Porque, assim como desce a chuva e a neve dos céus, e para lá não tornam, mas regam a terra, e a fazem produzir, e brotar, e dar semente ao semeador, e pão ao que come,
      Assim será a minha palavra, que sair da minha boca; ela não voltará para mim vazia, antes fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei.
      Isaías 55:10-11, portanto o próprio YAH,mas isso em sua condição de Verbo e não na sua condição humana,que passou a existir no ventre de Miriam,então creio que Yeshua é o próprio Eterno em sua condição de emanação de Deus,antes de adquirir consciência e natureza própria (humana),vc é a primeira pessoa que encontro,e tem um pensamento parecido com o meu,YESHUA não faz nada de si mesmo do mesmo jeito que um braço não o faz,mas o faz pelo comando do cérebro,mas nem por isso o braço deixa de ser corpo.Se vc tiver um canal no youtube,por favor me diga qual é,Shalom!

      Excluir
    2. PRIMEIRA PARTE DA RESPOSTA
      Jesus é Deus?
      NA OPINIÃO de muitos, a Trindade é “a doutrina central da religião cristã”. Segundo esse ensino, o Pai, o Filho e o espírito santo são três pessoas num só Deus. O cardeal John O’Connor disse o seguinte sobre a Trindade: “Sabemos que é um mistério muito profundo, que ainda nem começamos a entender.” Por que é tão difícil entender a Trindade?
      O The Illustrated Bible Dictionary (Dicionário Bíblico Ilustrado) apresenta uma razão. Falando sobre a Trindade, essa obra admite: “Não é uma doutrina bíblica no sentido de que ela não aparece textualmente na Bíblia.” Visto que a Trindade “não é uma doutrina bíblica”, os trinitários têm tentado desesperadamente achar textos bíblicos, até mesmo distorcendo-os, para apoiar seu ensino.
      Um texto que ensina a Trindade?
      Um exemplo de um versículo bíblico que muitas vezes é mal usado é João 1:1. Na Nova Versão Internacional esse versículo diz: “No princípio era a Palavra, e a Palavra estava com Deus [em grego, ton the•ón], e a Palavra era Deus [the•ós].” Esse versículo contém duas formas do substantivo grego the•ós (deus). A primeira é precedida de ton (o), uma forma do artigo definido grego. Nesse caso a palavra the•ón se refere ao Deus Todo-Poderoso. Mas na segunda ocorrência de the•ós, não há artigo definido. Será que ele foi incorretamente deixado de fora?
      O Evangelho de João foi escrito em coiné, ou grego comum, que tem regras específicas para o uso do artigo definido. O erudito bíblico A. T. Robertson reconhece que, se tanto o sujeito como o predicado tiverem artigos, “ambos são definidos, considerados idênticos, iguais e intercambiáveis”. Robertson cita como exemplo Mateus 13:38, que diz: “O campo [em grego, ho a•grós] é o mundo [em grego, ho kósmos].” Essa estrutura gramatical permite-nos entender que o mundo também é o campo.
      O que dizer, porém, se o sujeito tiver um artigo definido, mas o predicado não, como em João 1:1? Citando esse versículo como exemplo, o erudito James Allen Hewett enfatiza: “Numa construção assim, o sujeito e o predicado não são os mesmos, nem são iguais, idênticos ou algo parecido.”
      Para exemplificar, Hewett usa 1 João 1:5, que diz: “Deus é luz.” Em grego, “Deus” é ho the•ós e, portanto, tem artigo definido. Mas fos para “luz” não é precedido de nenhum artigo. Hewett explica: “É sempre possível . . . identificar Deus com a luz, mas nem sempre é possível dizer que a luz é Deus.” Encontramos exemplos semelhantes em João 4:24, “Deus é Espírito” e em 1 João 4:16, “Deus é amor”. Nesses dois versículos, os sujeitos têm artigo definido, mas os predicados “Espírito” e “amor”, não têm. Portanto, os sujeitos e os predicados não são intercambiáveis. Desses versículos não se pode concluir que “Espírito é Deus” ou que “amor é Deus”.

      Excluir
    3. SEGUNDA PARTE DA RESPOSTA

      Identidade ou característica da “Palavra”?
      Muitos eruditos em grego e tradutores da Bíblia reconhecem que João 1:1 não destaca a identidade da “Palavra”, mas uma característica da “Palavra”. William Barclay, tradutor bíblico, diz: “Visto que [o apóstolo João] não usa artigo definido antes da palavra theos, ela se torna uma descrição . . . João não está aqui identificando a Palavra como sendo Deus. Expresso de modo simples, ele não diz que Jesus é Deus.” O erudito Jason David BeDuhn também declara: “Em grego, quando não se usa o artigo antes de theos numa frase como a de João 1:1c, os leitores entendem que se quer dizer ‘um deus’. . . . O fato de não ter artigo faz com que theos tenha um sentido bem diferente de ho theos, que tem artigo definido, assim como em inglês [e em português] ‘um deus’ é bem diferente de ‘Deus’.” BeDuhn acrescenta: “Em João 1:1, a Palavra não é o Deus único e exclusivo, mas é um deus, ou um ser divino.” Ou, conforme expressou Joseph Henry Thayer, um erudito que trabalhou na American Standard Version (Versão Americana Padrão), “o Logos [ou Palavra] era divino, não o próprio Ser divino”.
      Será que a identidade de Deus precisa ser “um mistério muito profundo”? Para Jesus não era. Numa oração ao seu Pai, Jesus fez uma clara distinção entre ele e seu Pai, quando disse: “Isto significa vida eterna, que absorvam conhecimento de ti, o único Deus verdadeiro, e daquele que enviaste, Jesus Cristo.” (João 17:3) Se acreditarmos nessas palavras de Jesus e entendermos os ensinos claros da Bíblia, nós o respeitaremos pelo que ele realmente é: o Filho divino de Deus. E adoraremos a Jeová como “o único Deus verdadeiro”.

      OBTENHA MAIS FATOS
      A maioria das pessoas não conhece o grego bíblico. Como, então, você pode saber o que o apóstolo João realmente queria dizer? Pense neste exemplo: um professor explica um assunto aos seus alunos. No final, os alunos entendem a explicação de maneiras diferentes. Como podem resolver o assunto? Talvez pedindo mais informações ao professor. Sem dúvida, aprender fatos adicionais os ajudará a entender melhor o assunto. De modo similar, para entender o sentido de João 1:1, você pode encontrar no Evangelho de João mais informações sobre a posição de Jesus. Aprender fatos adicionais sobre esse assunto o ajudará a chegar à conclusão certa.
      Por exemplo, veja o que João escreveu no capítulo 1, versículo 18: “Nenhum homem jamais viu a Deus [o Todo-Poderoso].” No entanto, humanos viram Jesus, o Filho, pois João diz: “O Verbo [Jesus] se fez carne e habitou entre nós, e vimos a sua glória.” (João 1:14, Al) Como, então, o Filho poderia ser parte do Deus Todo-Poderoso? João disse também que o Verbo estava “com Deus”. Mas como pode uma pessoa estar com alguém e, ao mesmo tempo, ser essa pessoa? Além do mais, conforme registrado em João 17:3, Jesus faz uma clara distinção entre ele e seu Pai celestial. Ele chama seu Pai de “único Deus verdadeiro”. E, quase no fim de seu Evangelho, João resume o assunto dizendo: “Estes foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus.” (João 20:31) Note que Jesus não é chamado de Deus, mas sim de Filho de Deus. Essas informações adicionais, fornecidas no Evangelho de João, mostram como João 1:1 deve ser entendido. Jesus, a Palavra, é “um deus” no sentido de que ele tem uma alta posição, mas não é o mesmo que o Deus Todo-Poderoso.

      Excluir
  8. Marcus,

    O que é triste é que você não entendeu que nós não estamos encobrindo a Divindade de Yeshua, pois ele é divino sim, gerado a partir do D-us Todo-Poderoso, mas mesmo sendo divino ele não pode ser equiparado ao D-us Todo-Poderoso ou um personagem interpretado dentro da trindade como é colocado nas explicações de hipóstases.
    Outro ponto que é triste é o de você não enxergar que nós não inventamos nada sobre o texto de João, mas apenas recuperamos a integridade do texto original e sua tradução mais respeitosa ao contexto sem inferências trinitárias posteriores, por isso explicamos que no Princípio de toda a Criação o que se manifestava era a Palavra, e a Palavra era uma ferramenta que era utilizada e estava em D-us, D-us diante da Criação era percebido somente como Palavra, note-se que tal forma de entendimento é muito mais concebível para um leitor judeu, alvo inicial do evangelho, que qualquer outra forma.
    O argumento fraco que teólogos se utilizam para inverter a parte final do verso de forma tendenciosa é a defesa da existência de uma regra gramatical do grego que inverte a frase por causa de sua configuração frasal, mas o problema é que eles não respeitam tal regra nem mesmo no próprio verso, pois então vejamos no grego o verso todo: Ἐν ἀρχῇ ἦν ὁ λόγος καὶ ὁ λόγος ἦν πρὸς τὸν θεόν καὶ θεὸς ἦν ὁ λόγος “en archē ēn o Logos kai o Logos ēn pros ton theon kai Theos ēn o Logos”, o argumento deles é que a construção “Theos ēn o Logos” tem que ser vertida para outra língua de forma invertida dizendo que o Verbo era D-us, mas se esta é uma regra estrutural básica do grego, por que tais teólogos não vertem inversamente o começo do verso que tem a mesma construção? “en archē ēn o Logos”, pois se fosse ser respeitada tal regra gramatical do grego, teria que ser vertida para: “No Verbo era o princípio”, que claramente fica sem sentido mesmo que queiram verter mais adequadamente às conveniências da regra gramatical como “O Verbo estava no Princípio”, que por não haver complemento de frase, continuaria sem sentido, tais teólogos apenas se afundam mais em sua regras inexistentes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. quero entrar em contato com você quero muito entender a palavra de DEUs e não tenho o conhecimento que você tem, mas gostaria que você fosse direto ao ponto por exemplo de forma bem simples, DEUS é o todo poderoso, Jesus é o filho criado pelo todo poderoso que Ele jesus não é o DEUS todo poderoso e queo espirito santo nada mais é do que a manifestação do poder de DEUS e não uma pessoa da trindade como muitos pregam. me mande por e-mail a resposta por favor preciso entender de vez a questão de joão 1:1 Jesus é DEUS todo poderoso

      meu email: eliotsutter@gmail.com

      Excluir
    2. Caro Eliot,

      Bela conclusão, é isso que penso ser a melhor explicação bíblica.

      Excluir
    3. Mande no meu também!

      alexandrecaboski@gmail.com

      Excluir
    4. se puder mande no meu também
      gasparino44@hotmail.com

      Excluir
  9. Deixa eu exemplificar, a criação ao ouvir a Palavra entendia que era D-us a se expressar então entende-se que D-us era a Palavra ou que a Palavra era D-us sem distinções, mas se pelo contrario no contexto mais cristianizado eu entendo que D-us está em lugar e a palavra está em outro e a Palavra está comunicando algo de D-us então entende-se que a D-us não é a Palavra, mas erroneamente eu entenderia deste texto proposto que a Palavra sendo D-us, seria portanto um outro D-us, mas para resolver o problema do politeísmo contrario a fé de Avraham, cria-se a idéia trinitária de são duas pessoas mas na realidade é um único D-us, mas idéia é completamente desconhecida tanto na Torah como pelos Escritos e definitivamente nunca proclamada pelos profetas, assim é melhor ficarmos na idéia de o Mashiach ser o Filho Unigênito do Pai, e como Palavra a expressão exata de D-us com todo o poder nos Céus e na Terra “recebido” de seu Pai, para no fim Ele mesmo, o Filho, se sujeitar ao Pai conforme 1 Coríntios 15:28.

    ResponderExcluir
  10. Vc diz: Quanto a D-us ter gerado um Filho, isso significa que ele não fez mais uma criatura como tudo que tem vida na Terra ou como os seres angelicais, mas sim que Ele a partir de si mesmo, da sua essencial, de sua substância, Ele personifica uma de suas mais excelentes ferramentas, a saber, a sua Palavra, note que a Palavra quando estava em D-us, ela não era personificada mas sim apenas uma manifestação de D-us a criação, por isso eu afirmo baseado no original de João 1:1 que D-us era a Palavra... levy vc devia ter percebido sua contradição aqui. quando vc diz: D`s era a palavra e depois vc diz: a palavra foi personificada. como pode ser isso? Se D`s era a palavra não havia necessidade da personificação. outro ponto fundamental é que se vc realmente acredita que a palavra era D`s, mas não reconhece que a palavra quando se torna carne continua sendo D`s. gostaria que vc me explicasse como isso pode ser verdade.vc diz: por isso explicamos que no Princípio de toda a Criação o que se manifestava era a Palavra, e a Palavra era uma ferramenta que era utilizada e estava em D-us, D-us diante da Criação era percebido somente como Palavra, como isso pode ser verdade? se vc disse que D`s era a palavra. nisso acho contradição. D`s era a palavra e depois a palavra era uma ferramenta que foi personificada e se tornou yeshua. gostaria que vc analizasse suas afirmações.yesha-yahu 44.24 Aqui diz que Hashem é o criador. colossensses 1.16 Porque n'Ele [Yeshua] foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades. Tudo foi criado por ele e para ele." No início D'us [Elohim no plural e não Eloá] criou o céu e a terra." Gênesis 1:1. Registra ainda no evangelho de João 1:3, "Todas as coisas foram feitas por Ele *, (referindo-se diretamente ao “VERBO” no cap.1: verso 1, mas no contexto geral, faz a alusão a Yeshua de 'que sem Ele, nada que foi feito se fez') . (*note que a "PALAVRA" o “VERBO” se refere a Ele yeshua. 24 Então o SENHOR fez chover enxofre e fogo, da parte do SENHOR desde os céus, sobre Sodoma e Gomorra; Aqui nesta época e no verso de Gênesis acima, temos o nome (Hashem), que aparece escrito duas vezes no texto no Tanach no hebraico. Então são dois (o Nome)? Um (o Nome) Hashem, na terra que visitou a Abraão nos carvalhais de Manre, e outro ( o Nome) que é o Pai, que está assentado no céu. Targum, que são as versões do Aramaico do Tanach (A.T.), a palavra Memra é usada em cada instância de uma aparência de D'us aos homens ou D'us falando a um homem. Este uso do Memra é racionalizado a toda a aparição de D'us ao homem.

    ResponderExcluir
  11. Marcus,

    Repare que você ao me fazer a pergunta de o por que ter que D-us personificar a Palavra, ja que Ele era a palavra, você não entendeu que eu sempre digo que D-us era percebido pela criação como sendo só a Palavra, veja que eu sempre faço referência a percepçao da criação que apenas se comunica com D-us através daquilo que é revelado que até então neste ponta da criação é somente a Palavra, nâo que D-us fosse em si somente a Palavra mas sim que Ele se utilizava desta ferramenta para criar e se comunicar com a criação, criação esta não cheia de ordem e beleza mas sim como algo feito sem esmero ou amor tanto que vemos a terra sem forma e vazia, mas no momento que a Palavra se personifica e se torna o Filho Amado, entra na estrutura da criação o amor emanado entre Pai e Filho percebido pela existência de Ordem permeada pela ação da Ruach HaKodesh (Espírito Santo).
    Entenda que a Palavra estava no seio do Pai e não o Filho em si, mas esta Palavra quando arrancada de D-us, Gera-se o Filho que a partir deste momento tem o seu inicio como um ser personificado, dotado de distinção da pessoa do Pai, e tal distinção se verifica até hoje, não havendo mistura de personificação sendo assim a idéia de um único D-us existente em distintas pessoas não é cabivel, sendo que um, O Pai, é o ser Todo Poderoso, criador de tudo, e outro é o Filho, gerado pela vontade do Pai, recebendo deste Pai a honra, autoridade e poder, sendo assim sem poder em si mesmo mas dependente do Pai.
    Sendo assim me explique o por quê Yeshua diz que se falasse por ele mesmo de si seria mentiroso(Jo.5:31)? sendo ele D-us conforme você diz isso não deveria ser assim.
    Se ele é D-us por que ele diz não que faz nada por si mesmo e precisava ver o que o Pai fazia para fazer igual (Jo. 5:19)?
    Se ele é D-us por que há a limitação de sabedoria como em Mateus 24:36?
    Se ele é D-us por que ele se sujeitará ao Pai que tudo lhe sujeitou (1 Cor. 15:27-28)
    Vemos em todos estes casos a subordinalidade do Filho ao Pai, tanto aqui na terra como já a desta do Pai. não há como defender uma trindade baseada erroneamente nos sábios escritos de Tertuliano, dizendo que há um D-us em tres pessoas distintas sem subordinalidade entre elas sendo todas D-us em si mesmas.

    ResponderExcluir
  12. E sobre a questão de Elohim ser um termo plural pesquise no blog pois já foi explicado e explanado por mais de uma vez.

    Sobre Genêsis 19:24, somente alguem sem conhecimento linguistico tanto no português como no Hebraico consegue enxergar dois Seres disitintos nesta frase, vejamos no original: ויהוה המטיר על־סדם ועל־עמרה גפרית ואש מאת יהוה מן־השמים׃, temos o Senhor fazendo chover fogo e enxofre sobre Sodoma e Gomorra desde de o céus pela vontade do proprio Senhor, e fora que seria uma heresia usar o nome próprio do Pai para nomear o Filho.

    ResponderExcluir
  13. na verdade por não ter cido escrito na verdadeira lingua de jesus quem realmente eles referen ou diz que referen não importa eles não tem nem em grego como pode prova a veracidade dese docomento que bobajem

    ResponderExcluir
  14. Oia o outro ai eso acreditar, então não tem mutivo de Deus ter dado o raciosinio para humanidade,sertamente ele acredita em PAPAI NOEL.

    ResponderExcluir
  15. Boa noite Levy, não sei se é assim que devo me dirigir a você, mas fica então meu pedido de desculpas caso eu tenha me equivocado.

    Meu nome é Renato e sou também um estudioso da palavra, temente ao Pai, procuro ser um bom servo de Jeová e seguidor de nosso Senhor Jesus, o Cristo.

    Estou apenas aqui nesse post reiterando o que você vem afirmando acima, e digo que concordo com seus argumentos. Gostei muito da sua explanação e vejo que você é um irmão com o discernimento privilegiado.

    Gostaria de aqui postar uma passagem no intuito de endoçar o que o irmão vem afirmando e tentando fazer nossos outros irmãos compreenderem. Segue abaixo texto extraído de João 14: 28.

    "Ouvistes que eu vos disse: Vou, e venho para vós. Se me amásseis, certamente exultaríeis porque eu disse: Vou para o Pai; porque meu Pai é maior do que eu."
    João 14:28

    Vemos aqui um texto tirado do Evangelho de João onde o próprio Yeshua afirma que ele não está acima do pai, e ainda nos mostra que o Eterno é acima dele sendo assim, Yeshua não é igual a ele. Lógico que o Ungido se referia a poder e autoridade, já que ele se assemelha ao Pai em virtudes.

    Um bom princípio para se fazer um bom estudo das escrituras é sempre ter em mente que a palavra não pode ser controversa. Ela não pode afirmar numa página uma coisa e na seguinte outra, assim sendo as escrituras são coesas e confiáveis, de modo que é sempre bom fazer uma leitura caprichosa e persistente para que haja uma boa compreensão.

    Há muitas outras passagens onde pode-se ler e entender que Yeshua embora divino e poderoso, possuídor de autoridade e de honra aos olhos do Todo Poderoso, não é o próprio Pai, como sugerem alguns raciocínios. Preferi usar essa citação por ser direta e por ser uma citação vinda dos lábio do próprio Yeshua.

    Abraço a todos e que a paz de nosso Pai Eterno esteja com todos vocês.

    ps: Levy, se for do seu interesse eu gostaria muito de poder trocar eventualmente emails com você, na intenção de podermos conversar sobre as escrituras. Eis meu email: rmauriciojunior@bol.com.br

    ResponderExcluir
  16. En arche en ho logos, kai ho logos en pros ton theon, kai theos en ho logos.

    " O Verbo estava com D-us, o O Verbo era com D-us, ou D-us era com Verbo" ....
    A preposição que João usa aqui é bem reveladora. É a palavra grega pros. Ela significa estar em companhia de alguém ou estar cara-a-cara. Ela fala de comunião, interação, sociedade. "Pros com acusativo apresenta um plano de igualdade e intimidade, cara a cara com cada um.

    De onde você tirou que " en pros ton theon" significa " Palavra estava em D-us" ???

    ResponderExcluir
  17. "Disse-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo: antes que Abraão existisse, EU SOU." João 8:58 (Almeida Revista e Atualizada)
    ou
    " eipen autois Iesous, Amen amen lego umin, prin Abraam genestai ego eimi"
    (Jo 8:58 - Novo Testamento Grego)


    Contrastando com o Antigo Testamento, temos:
    " E disse Deus a Moisés: EU SOU O QUE SOU. Disse mais: Assim dirás aos filhos de Israel: EU SOU me enviou a vós." Êxodo 3:14 (Almeida Revista e Atualizada)
    ou
    " kai eipen o Theos pros Mousen ego eimi o on. Kai eipen Outos ereis tois uiois Israel O on apestalken me pros umas"
    (Ex 3:14 - Septuaginta)

    Veja que tanto na Septuaginta, como no N.T. Grego, aparecem as palavras EGO EIMI, as quais significam "EU SOU". Desta forma, podemos ver claramente que quando Yeshua disse "ego eimi", os Judeus logo ligaram com o "ego eimi" do Antigo Testamento. por isso queriam apedrejá-lo, acharam que era blasfêmia.
    Outra prova incontestável de que os Judeus entenderam que Yeshua se auto-identificou como sendo o EU SOU do Antigo Testamento, é a seguinte: há cinco razões que podem condenar uma pessoa à morte por apedrejamento, segundo a Lei:

    1) - invocação de mortos (Lv 20:27)
    2) - blasfêmia (Lv 24:10-13)
    3) - falsa profecia (Dt 13:5-10)
    4) - filhos rebeldes (Dt 21:8-21)
    5) - adultério / estúpro (Lv 20:10; Dt 22:22-24)

    ResponderExcluir
  18. Shalom,
    Metushelach,
    Tenho uma dúvida a respeito de uma tradução, mas se for possível, mostre uma tradução do Hebraíco, falo a respeito de um versículo, o 1 Yohanan 5 : 20,
    porque acredito que deve aparecer nessa passagem a palavra "Elohim" e deve ter tido confusão na tradução comum hoje em dia. obrigado,
    att,
    Samuel

    ResponderExcluir
  19. Shalom,gostaria que o irmão me dissesse como chegou à tradução o Verbo estava "EM" Deus,acredito que isso é verdade que o Verbo era parte de Deus,mas essa tradução é possível?o termo προς pode ser traduzido como PARA,que no caso ficaria para O Deus,mas mesmo que este possa ser traduzido como EM,como fica o artigo definido τον,que regra o irmão usa para não traduzir também esse artigo,para suprimi-lo ?,não sou conhecedor do grego,se for possível gostaria que me respondesse.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alguns dicionários listam mais de 40 significâncias para o termo προς, sendo que muitas delas deixam palpável o uso de preposição "em", "no", junto ao lado, próximo.

      Excluir
    2. Obrigado por responder,mas gostaria de saber outras coisas[se estiver incomodando por favor me diga,sei que deve ser ocupado],existe alguma passagem no novo testamento,onde προς esteja claramente sendo usado com sentido de EM ou NO?,também vi que o termo εις é usado num sentido de direção para dentro,mas ainda não encontrei προς com esse sentido,senão na versão LXX do Tanah onde Eclesiastes 12:7 apresenta προς com o sentido de direção e para dentro:E o pó volte à terra, como o era, e o espírito volte a( προς) Deus, que o deu.Também gostaria de saber sua opinião sobre o termo ην,pois o mesmo pode ser traduzido tanto como ESTAVA como também ERA,ou seja a tradução poderia ser também e O Verbo ERA(ou estava) com o Deus,estou equivocado ou procede?

      Excluir
  20. ola, sou convertido evangelico. e tenho muito que aprender e gostaria de aprender um pouco sobre os assuntos tão debatidos, por exemplo deve um cristão guardao o Shabat sim ou não. ou só o descendente de judeu estão a dever observar esta ordenança? grato desde ja amigo paz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Anônimo,

      Quem tem que responder esta questão é você mesmo, mas para isso é preciso estudar e ver as Sagradas Escrituras em seu devido contexto, sem achismos de teologia sistemática.
      Sendo assim estamos ai pra ajudar a você pensar e não pra dar tudo mastigado.

      Shalom

      Excluir
  21. olá desculpe não ter me apresentado antes sou o anônimo meu nome é Duyllhon carneiro brene, eu gostaria de saber por onde começo a minha busca pela excelência da sabedoria qual língua devo estudar ou qual tradução é mais coerente? pois sou um estudante que busca a a verdade sobre as Sagradas escrituras, pois sempre venho errando por não conhecer as escrituras! obrigado pela atenção!
    Shalom

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Duyllhon,
      Muito prazer, a sede para um bom estudo você já tem, agora é focar em como você vai se programar para tal objetivo, primeiro leia a bíblia inteira sem preocupações teológicas e sim com preocupações mais corriqueiras como geográfica topológicas, cronológicas, atentando às genealogias que todo mundo pula, se possível anota-las fazer apontamentos, separações por famílias, ofícios e etc, isso é muito viciante quando se gosta verdadeiramente de estudar as escrituras, Após esta primeira leitura que deve ser feita com gosto e de forma leve e espontânea seja lá em que versão for, você parte para a segunda leitura, agora sim com uma visão mais aprofundada e mais minuciosa nas questões de cunho doutrinário, dai agora eu recomendo fazer leitura comparativa em no mínimo 5 ou 6 versões diferentes, e se possível fazer um curso de hebraico.

      Excluir
    2. olá caro amigo sou eu Duyllhon, muito obrigado pelas dicas estou muito feliz e empolgado para esta deliciosa aprendizagem! fico muito feliz mesmo pela sua ajuda e de saber que existem muitas pessoas com mesmo ideal como o meu de conhecer o Eterno verdadeiramente, para andar com ele e ser amigo do Pai.
      a minha situação e a seguinte tenho 22 anos ja li as sagragas escrituras 1 vez completamente e NV Testamento umas 3 vezes, agora irei então reler de Gênesis a Malaquias. e dps irei comparando as versões, eu tenho um caderno no qual faço minha anotações e ponho ali minhas duvidas, suas dicas me foram de grande ajuda para eu poder criar um foco! muito obrigado.
      foi um prazer me comunicar com vc! espero logo poder contar os frutos de meus estudos, sempre andarei acompanhando seu blog.
      Shalom

      Excluir
    3. ah, eu tmb abri um blog n sei bem como funciona, mas vou acompanhando por esse endereço aqui! abraço!
      Duyllhon...

      Excluir
    4. Caro Duyllhon,

      Fique a vontade para compartilhar suas dúvidas, e se D-us nos permitir a mim a meu colegas antigos no blog, nos lhe ajudaremos.

      Fique na Shalom que emana do Mashiach Yeshua.

      Excluir
    5. olá, a todos eu tenho muitas duvidas de passagem que li e reli mas ainda não consegui compreender, como Enoc foi transladado e Elias arrebatado, eu gostaria de saber onde eles foram? Enoc quando D-us o tomou para si ele o transportou ao lugar onde repousam os mortos para q ele não fosse morto?? e Elias ja sendo meio avançado de dias para não morrer de velhice D-us o transportou para não morre? -Eu acredito que não foram para os Céus pois Cristo não foi o primeiro para ter a primazia em tudo? é claro que sem ignorar a transfiguração que pode simbolizar que Elias representando os Profetas e Moses a Lei? me ajude a compreender caro amigo!
      Shalom

      Excluir
    6. Caro Duyllhon,,
      Você esta no caminho certo nas respostas as sua próprias perguntas, mas para complementar segue no link abaixo respostas que já dei a perguntas relacionadas a este assunto, mas recomendo ler os comentários onde se encontra a abordagem mais detalhada do assunto:
      http://judeu-autonomo.blogspot.com.br/2011/01/alma-penada-ou-alma-vivente.html

      Excluir
    7. eu li os comentários e achei muito fantástico o modo de pensar sobre todos esses fatos sobre mortalidade ou imortalidade, mas ainda é muita coisa pra ser revisada. As suas respostas sanaram 90% de minhas duvidas, mas é claro que ainda ficam pequenos traços de textos isolados como: (pensamentos meus) Se a Alma e junção de corpo, ar = Alma vivente, pode se pensar que ao morrer havendo esta separação deixa de existir mas talvez após o advento de Cristo aquela mente q outrora estava na sepultura se junta novamente com AR+ Corpo tornando se novamente Alma vivente mas porem agora inseparável pois agora que supondo na hora do juízo final os bons precisam ser recompensados com a vida e Paz eterna com Criador e os maus com desprezo e horror eterno sentindo as dores do lago de fogo, mas não sei se no lago de fogo é para tudo que ali nele cair deixar de existir ou se é o flagelo eterno citado como morte eterna tormento eterno, como diz em certo lugar que depois da ressurreição todos serão como os anjos que não podem MORRER, assim também penso acerca dos anjos caídos que não podem morrer ou deixar de existir pois assim como tudo o que D-us faz é para sempre assim também seriam os anjos que pecaram, mas outro fato é quando Jesus ia passando e os demônios lhe rogavam -Vieste atormentar-nos antes do tempo?. esse tormento pode ser a ira de D-us como a ira derramada que tudo pode deixar de existir assim fazendo com que eles recebam esse desprezo e não mais existam como da entender no final do livro de Malaquias?
      eu quero chegar ao ponto que tem muitos textos que contradizem
      e só é possível compreender tudo isso sendo um Judeu por favor
      Metushelach me ajude a compreender melhor isso com uma resposta simplificada pois sou leigo e não vou conseguir chegar a uma compreensão perfeita sozinho nem através de parábolas pois sei que vocês sábios muitas vezes ensinam por elas.
      Obrigado amigo! Shalom

      Excluir
    8. Caro Duyllhon,
      A minha posição sobre a punição aos ímpios ser o tormento eterno ou a aniquilação, serei sincero, não tenho uma posição firme, pois seguindo apenas o contexto de Apocalipse 20:10,15 vemos que o ímpio sofrerá eternamente juntamente com HaSatan e os demônios, mas seguindo a maneira de alguns rabinos de interpretar o castigo, eu particularmente também penso que cada ímpio sofrerá no Lago de Fogo e Enxofre pelo tempo necessário para punir todos os seus atos malévolos em vida, sendo o tempo cumprido da punição haverá a completa aniquilação de seu corpo ressurreto e o desvanecer de sua memória.

      Segue apenas alguns texto que falam a respeito: Salmos 37.28 Pois o SENHOR ama a justiça e não desampara os seus santos; serão preservados para sempre, mas a descendência dos ímpios será exterminada.

      Salmos 73.12 Eis que são estes os ímpios; e, sempre tranqüilos, aumentam suas riquezas.
      13 Com efeito, inutilmente conservei puro o coração e lavei as mãos na inocência. 14 Pois de contínuo sou afligido e cada manhã, castigado. 15 Se eu pensara em falar tais palavras, já aí teria traído a geração de teus filhos. 16 Em só refletir para compreender isso, achei mui pesada tarefa para mim; 17 até que entrei no santuário de Deus e atinei com o fim deles.
      18 Tu certamente os pões em lugares escorregadios e os fazes cair na destruição. 19 Como ficam de súbito assolados, totalmente aniquilados de terror! 20 Como ao sonho, quando se acorda, assim, ó Senhor, ao despertares, desprezarás a imagem deles.

      2ª Pedro 3.7 Ora, os céus que agora existem e a terra, pela mesma palavra, têm sido para fogo como tesouro reservados para o Dia do Juízo e destruição dos homens ímpios.

      Excluir
    9. nossa.. é muito concreto tudo isso que você me disse...
      estou convencido e crente nestas todas tuas palavras!
      muito obrigado pela ajuda e atenção amigo.
      Shalom

      Excluir
    10. olá amigo! eu queria saber se você tem algum link e possa me passar sobre: ósculo santo se era apenas costume se era realmente necessário e como era esse ósculo? beijo na face, ou apenas comprimento de saudação vocálica...
      em certo lugar eu li mas não me recordo que diz - saudai vos com ósculo aquele que não vos saudar.. algo assim..
      Shalom

      Excluir
    11. Citações bíblicas que mencionam essa saudação

      • Lucas 7,45: Não me deste ósculo, mas esta (mulher pecadora), desde que entrou, não tem cessado de me beijar os pés.
      • Romanos 16,16: Saudai-vos uns aos outros com santo ósculo. As igrejas de Cristo vos saúdam.
      • 1 Coríntios 16,20: (...) Saudai-vos uns aos outros com ósculo santo.
      • 2 Coríntios 13,12: Saudai-vos uns aos outros com ósculo santo.
      • 1 Tessalonicense 5,26: Saudai a todos os irmãos com ósculo santo.
      • 1 Pedro 5,14: Saudai-vos uns aos outros com ósculo de amor. Paz seja com todos vós que estais em Cristo.

      Simples beijo na face entre pessoas de mesmo sexo muito comum na cultura oriental semítica.

      Excluir
    12. puxa legal achei que fosse um mandamento para unir ainda mais o povo de D-us.
      obrigado amigo!
      tenho outra duvida que martela em minha mente a respeito véu que a mulher se cobria por ser glória do homem, como só é citado em l coríntios 11, por que alguns dizem que era por causa de uma tendência do sexualismo Grego?
      sendo que na bíblia ali ja na torah, Rebeca se cobre com véu perante Isac? afinal qual é a reflexão correta que devo fazer de todos esses fatos nas Sagradas escrituras? eu vejo que o véu é um algo para cobrir uma glória como se via no Templo que Moses ergueu como quando colocou o véu para encobrir seu rosto que desvanecia, deve a mulher orar sem véu?
      se não for muito incomodo eu ficaria muito feliz se você me ajudasse! abraço..
      Shalom
      Shalom

      Excluir
    13. Caro Duyllhon,,

      Na cultura do Oriente Médio e região do Mediterrâneo o uso do véu por mulheres era um símbolo de submissão e respeito aos maridos, e isso ainda hoje se observa na cultura Judaica mais religiosa e entre os Mulçumanos bem como entre os Cristãos Ortodoxo Gregos e Carolas Católicas, mas no tempo de Paulo tal cultura se estendia por muitas cidades gregas, e nestes lugares uma mulher adulta sem véu era tida como uma adúltera ou prostituta; Uma referência bíblica para tal tema está em Números 5:18 e na Mishná em Ketubot 7:6; Portanto podemos ver que na Igreja de Corinto estava acontecendo alguma coisa fora dos padrões, que poderia causar desconforto aos irmãos ao verem mulheres descobertas, em semelhança às prostitutas rituais, fazendo algum tipo de admoestação em cultos públicos, e é nesse ponto que Paulo mostra a sua preocupação com o decoro e o pudor, não que ele imponha padrões judaicos comunidade mas mostra a sua intenção de querer que as mulheres que professam a fé no Mashiach Yeshua ajam em conformidade com os costumes de recato feminino no mundo Mediterrâneo da época, não causando transtornos e escândalos diante da congregação.
      Hoje em dia a cultura de cada pais dentro do recato e pudor inato do ser humano, deve ser levando em conta na hora de se observar tal recomendação de Paulo, se em um determinado País o véu não tem significância de submissão e respeito o por quê de impô-lo como algo dogmático, temos que ter em mente a essência de cada admoestação e a contextualização de o por quê tal ocorreu.
      Só para refletirmos fica um pensamento: Se o véu é desnecessários na maioria das culturas o por quê então quando uma mulher perde os cabelos por quimioterapia ou algum tipo de tratamento médico ela se cobre com um véu, lenço ou cobertura? Ou por quê a mulheres dizem que se não tiverem seus cabelos belos, lindos e sedosos elas perdem a sua feminilidade? Algo lá no fundo sabe o por quê, não é mesmo?

      Excluir
    14. caro amigo..
      é muito bom saber realmente o que realmente aconteceu, fico muito feliz pela sua atenção de verdade mesmo olha agradeço a D-us por ter encontrado seu blog por que o sr´ tem me ajuda muito a compreender melhor as Sagradas escrituras!
      eu gostaria de saber como você vê meus questionamentos, quero saber se estou lhe importunando sei lá talvez eu esteja sendo desagradável, se eu poder mandar sempre mais e mais perguntas para que você, me ajudar mostrando o caminho para que eu possa chegar as conclusão correta sempre dos temas que uma pessoa que não sabe Hebraico e não seja Judeu de nascença não consegue chegar a compreender a Bíblia.
      muito obrigado pelo direcionamento D-us continue te iluminando cada dia mais!
      Shalom

      Excluir
    15. Agradecemos as suas gentis palavras, e fique a vontade sempre para participar, e isso é um motivador para que eu estude e me dedique mais para aprender e assim auxiliar a muitos, e parte de seus perguntas já tinha respostas no próprio blog perdidas por diversos artigos, eu as acho as melhoro e republico, se tiver tempo fique a vontade para ler os mais de 1500 comentários onde há diversas abordagens de assuntos que geram dúvidas, mas não se acanhe e continue participando, se a houver respostas bem a contento as suas indagações eu indico a postagem por meio do link, e se mesmo assim persistir a duvida ficamos a disposição para auxilia-lo.

      Fique na Shalom que emana de Yeshua HaMashaich.

      Excluir
    16. fico muito feliz pela atenção!
      amigo, isso também notei sobre os temas e estudos e comentários valiosos que há andei perscrutando os post e comentários e me ajudaram muito e tenho muito que aprender para que eu possa disseminar as palavras do Reino.
      eu gostaria que você me mandasse um link sobre perguntas do tipo se os gentis que se convertem não precisam observar a Lei então como eles podem fazer imagem de escultura, podem ter relações homossexual?? ou ai eles devem buscar na Lei quais coisas não devem fazer para não entristecer o Altíssimo??
      e a respeito da Dieta Judaica e busquei entre comentários e não achei nada do tipo quando noé e sua família saem da arca D-us ordena : como vos dei da erva do campo de toda arvore que de mantimento, TUDO vos dou agora de todo animal que se morre sobre a face da Terra.
      o que quer dizer esse Tudo? tudo no tipo que a dieta alimentar judaico começo ali depois do Sinai?
      Shalom de Yeshua..

      Excluir
    17. Caro Duyllhon,
      Primeiramente sobre a questão de Noach e a lei alimentar já existia sim e para entender isso recomendo ler o artigo "A Toráh "Lei" antes do Sinai " no seguinte link: http://judeu-autonomo.blogspot.com.br/2011/01/torah-antes-do-sinai.html

      Quanto as questões alimentares segue três links sobre a confusão que os crentes fazem com textos que não se referem ao que eles pretendem em seus discursos.

      http://judeu-autonomo.blogspot.com.br/2011/09/para-quem-acha-que-lei-alimentar-de.html

      http://judeu-autonomo.blogspot.com.br/2011/09/para-quem-acha-que-lei-alimentar-de_11.html

      http://judeu-autonomo.blogspot.com.br/2011/09/para-quem-acha-
      que-lei-alimentar-de_17.html

      Excluir
    18. olá caro amigo graças a D-us mais um dia aqui podendo aprender com o sr. As coisas do Altíssimo!
      eu li todos os post e comentários achei muito bom os estudos abordados sobre os temas! o que mais me impressionou foi a Lei dada direto a Adão!
      fiquei muito feliz, mas ainda me ficou um pingo de dúvida a respeito de Noé, quando o mesmo sai da arca D-us diz a ele assim- como vos dei antes da erva de toda sorte de frutos, AGORA tudo vos dou! por que isso parece soar como antes só a alimentação do homem era frutas e verduras e porque agora soa como se pode-se alimentar da carne dos animais quando ele diz -TUDO vos dou agora?
      muito obrigado amigo e sei que a resposta será exata conforme a vontade de D-us.
      a Paz de D-us o amor de Cristo e a comunhão do Espírito Santos permaneça em seu coração para a vida inteira!

      Excluir
    19. Caro Duyllhon,

      Desculpe pois olhei a sua pergunta inicialmente pelo enfoque que a maioria dos cristãos veem que é o de fazer o termo TUDO do verso se referir a qualquer bicho incluindo os proibidos como porco, coelho, rã, camarão etc e por isso recomendei os determinados artigos mostrando que a Torah foi dada a Adam e portanto Noach sabia o que era limpo e imundo e não entenderia o TUDO como qualquer bicho.
      Mas agora com sua especificação vou tentar ajudar, e já digo sim, o homem até o diluvio somente comia frutas e vegetais e após o diluvio recebeu autorização para comer carne.
      Vejamos nestes próximos versos as regra iniciais de alimentação dadas por D-us (Gênesis) 1:29-30 - “E disse D-us: Eis que vos tenho dado todas as ervas que dão sementes e se acham na superfície de toda a terra, e todas as árvores em que há frutos que dão sementes; isso vos será por alimento. E a todos os animais da terra, e a todas as aves dos céus, e a todos os répteis da terra, em que há fôlego de vida, toda erva verde lhes será para mantimento. E assim se fez.”.
      2.16-17 " E o SENHOR D-us lhe deu esta ordem: De toda árvore do jardim comerás livremente, mas da árvore do conhecimento do bem e do mal não comerás; porque, no dia em que dela comeres, certamente morrerás."
      3.18 -19 "Ela produzirá também cardos e abrolhos, e tu comerás a erva do campo. No suor do rosto comerás o teu pão, até que tornes à terra, pois dela foste formado; porque tu és pó e ao pó tornarás."
      Mas após o diluvio que durou um ano podemos imaginar o cenário totalmente desolado sem um campo em estado agricultável, sem um pasto verdejante tudo em estado deplorável sem condições de alimentar 8 humanos e um par de cada animal do mundo, D-us permite a alimentação onde a proteína animal faça parte conforme vemos em Gênesis 9.2-3 Pavor e medo de vós virão sobre todos os animais da terra e sobre todas as aves dos céus; tudo o que se move sobre a terra e todos os peixes do mar nas vossas mãos serão entregues. Tudo o que se move e vive ser-vos-á para alimento; como vos dei a erva verde, tudo vos dou agora.

      Excluir
    20. Mas mesmo com tal permissão também vem proibições como vemos nos verso seguinte: Gênesis 9.4-5 "Carne, porém, com sua vida, isto é, com seu sangue, não comereis. Certamente, requererei o vosso sangue, o sangue da vossa vida; de todo animal o requererei, como também da mão do homem, sim, da mão do próximo de cada um requererei a vida do homem."
      Vejamos que o que tá liberado é a carne sem sangue, e portanto as proibições de Levítico 11 e Deuteronômio 14 se fazem presentes pois os bichos que são proibidos são principalmente os carnívoros, aves de rapina, peixes onívoros, animais de desgaste físico que impregnam a sua própria carne com seu sangue como o caso do cavalo, do camelo e semelhantes.
      Na era messiânica, novamente o mundo voltará ter o padrão do Jardim do Éden. como podemos ver nas profecias em (Isaías 11: 6-8) “O lobo habitará com o cordeiro, e o leopardo se deitará junto ao cabrito; o bezerro, o filhote do leão e o animal doméstico andarão juntos, e um condutor pequeno os guiará. A vaca e a ursa pastarão juntas, e as suas crias juntas se deitarão; o leão como o boi comerá palha. A criança de peito brincará sobre a toca da áspide, e o já desmamado meterá a mão na cova do basilisco.”.
      Isaías 65:25: “O lobo e o cordeiro pastarão juntos, e o leão comerá palha como o boi; pó será a comida da serpente. Não se fará mal nem dano algum em todo o meu santo monte, diz o SENHOR.”.

      Espero ter ajudado.

      Fique na Shalom que emana de Yeshua HaMashiach.

      Excluir
    21. exato como sempre Metushelach!
      muito obrigado novamente. me ajudou sim e muito!
      assim que eu n compreendo Isaías quando diz certos assuntos do tipo : a criança de peito brincara sobre a toca da áspide, comparando ao que Jesus disse- que ``no Céu não se casam e não se dão em casamento pois seremos como os anjos´´ e também que em Isaías diz que morre ao sem anos é morrer ainda jovem! não sei se tudo isso refere-se a vida após o advento ou se é por causa de 144 mil que reinaram no Céu um tempo e a grande multidão que ninguém podia inumerar, não compreendo se o povo subira ao Céu e descerá depois para morar num paraíso aqui na Terra reformada ou se -aquela Jerusalém que descia do Céu é literalmente.
      como você pode ver sou bem confuso sobre muitos pontos de vista pois aqui onde nasci sempre sofri muitas influencias errôneas!
      mas graças a D-us eu tenho sido abençoado através do seu blog dou graças a D-us pela sua vida amigo!
      Shalom

      Excluir
    22. Caro Duyllhon,

      Vejo que tal assunto causa muito confusão no meio cristão sempre, mas recomendo primeiramente ler o artigo no link: http://judeu-autonomo.blogspot.com/2011/01/por-que-acredito-que-o-arrebatamento.html e principalmente os comentários de resposta ao Zergon, e após a leitura se ainda existir muitas dúvidas as pontue assim como o Zergon faz, mas vá com calma, seja seletivo em duvidas textuais, que assim fica mais fácil responder e muito mais fácil de você assimilar, pois a mente precisa de tempo para reprocessar, apagar os entulhos, se nortear novamente e dai a partir disso começar a raciocinar por conta própria fazendo ligações, conexões e se utilizando da melhora da cognação e da lógica não mais depender do que os outros acham ou entendem mas sim começar a fazer o suas próprias descobertas mas claro sempre pautada pela busca em oração pela sabedoria que vem de D-us e pelo auxilio que o próprio Espírito de D-us no dá através da confiança e da testificação entre os membros do corpo do Mashiach na Terra.

      Excluir
    23. tá ótimo! vou fazer assim por números nas perguntas.

      1 pergunta é sobre os gigantes interessante sua conversa com um homem, eu ele disse algo do tipo de gigantes e você disse que os gigantes morreram no diluvio mas e aqueles gigantes do tempo de Davi ta pode se dizer que eram apenas homens de grande estatura, mas e aqueles gigantes de canaa - ``texto- e éramos como gafanhotos aos seus olhos´´ pode dizer que em sentido de o povo ser milhares de pessoas a mais? e também cacho de uva carregado por 2 homens?

      2 pergunta João 8 certa mulher foi apanhada no ato de adultério e na Lei é punido de morte porque Yeshua não aplico a pena da Lei sobre ela? mas texto é complexo pois no ato de adultério não serião 2 pessoas ali apresentadas? o que houve ai? será um erro na tradução?

      3 pergunta Mateus 5:17 dizem tanto de abolir ou foi abolida, e se a chave ali esta em CUMPRA -pois ate que tudo se cumpra nem i ou jota se omitira da Lei. quando Yeshua diz está Consumado! Mateus 5:17 se cumpre? E disse-lhes: São estas as palavras que vos disse estando ainda convosco: Que convinha que se cumprisse tudo o que de mim estava escrito na lei de Moisés, e nos profetas e nos Salmos.
      Lucas 24:44? existe uma coligação entre estes 2 textos? pois ai provaria que não foi abolida mesmo como Yeshua disse e sim Cumprida!

      Shalom! caro amigo ore por min que te apresentarei nas minhas pequenas orações!

      Excluir
    24. Caro Duyllhon,

      Como eu disse, vá com calma, e seja seletivo para que há assimilação de ideias, progressão cognitiva e lógica, e quando eu disse para pontuar não era somente para colocar números nas perguntas, mas sim para que de forma organizada você exponha suas dúvidas sobre determinado assunto num crescente argumentativo, coisa que não aconteceu nestas suas ultimas questões, pois são diversas sem foco, de uma porção aqui outra ali, sem conexões, e o ponto anterior de morada nos céus, arrebatamento, parte do fim dos tempos não foi concluída com um não entendi, ou se é assim o que os textos tais querem dizer, ou não concordo por isso ou aquilo.
      Não fique chateado, mas eu gosto do orientar os estudantes para que eles comecem a ter foco, fazer conexões, ao ponto de verem as Santas Escrituras como um todo e não um emaranhado de textos desconexos que chegam a se contradizer.

      Excluir
    25. Mas para você não ficar sem as respostas segue superficialmente alguns pontos:
      1-R) Todos os gigantes poderosos que viviam ao tempo de Nôach se afogaram no dilúvio. Apenas Og sobreviveu. Subiu por uma escada até a arca e implorou a Nôach: "Por favor, salve-me! Serei seu escravo para sempre,"Nôach refletiu: "Tantas pessoas tentaram salvar-se subindo na arca, mas nenhuma delas conseguiu. Como Og teve sucesso em chegar aqui, D’us provavelmente deseja que ele sobreviva!".
      D’us desejava que o mundo visse um gigante da época anterior ao dilúvio. O mundo aprenderia então que D’us destruiu até mesmo esta raça de gigantes, porque rebelaram-se contra Ele.
      Sendo assim até algum tempo em Israel existiram alguns descendentes do Gigantes, e no tempo de David o Golias não mais era um Gigante mas apenas um homem com acromegalia.
      E vemos sobre os gafanhotos na Midrash sobre a Parashat Shelach Lechá que diz o seguinte: "Os espiões continuaram: "Éramos pequenos como gafanhotos comparados a estes gigantes. Certa vez sentamos todos em uma casca de romã atirada por um deles. Sentimo-nos como gafanhotos!"

      Excluir
    26. correto isso acontece por que sou muito ocioso meu entusiasmo as vezes atrapalha.
      eu vi o artigo do Igor Miguel achei muito bom é bem isso que eu creio mesmo sobre o arrebatamento!
      então eu ja sou batizado eu gostaria então de me aprofundar sobre quais mandamentos que devo observar pois sou um gentio convertido!
      me ajude mande link de sua opinião é de grande proveito, se eu estiver errado me diz ai por onde começo! Pois adverte o tolo e trará afronta para ti, adverte o sábio e ele se fará mais sábio ainda. Pv. ^^ abraço amigo e muito obrigado pela força!
      Shalom

      Excluir
    27. Caro Duyllhon,

      Primeiro você tem que estudar, entender e depois começar a pensar na pratica dos mandamentos, se fizer por fazer sem entendimento não passará de religiosidade fria, ritualismo e etc.
      Se preocupe mais em ter um real relacionamento com D-us, senti-lo a cada momento de sua vida, ter intimidade a ponto de nada e nem ninguém abalar o seu relacionamento a sua fé. pois sem isso tudo que houver de esforço será intelectualismo e se a fé for baseada somente nisso, diante da primeira discussão onde o oponente for mais astuto e eloquente a sua fé vai pro espaço.
      Sendo assim fortifique sua base e vamu que vamu, um degrau de cada vez;

      Shalom

      Excluir
    28. Shalom,
      muito obrigado amigo!
      vou seguir seus conselhos, com força que D-us da!
      felicidades amigo, para você e seus familiares que D-us te abençoe cada dia mais! Paz

      Excluir
    29. Caro Duyllhon,

      Não desapareça, fique a vontade para perguntar, apenas tenha foco, e tente seguir um roteiro de estudos, elabore um, se tiver dificuldade, estaremos aqui para auxilia-lo.

      Excluir
    30. olá, então quero focar no que é o dever do gentil que se converteu que Lei deve observar? pois me sinto um pecador não fazendo tais coisas decorrentes da Aliança que foi feita com Israel, como posso me focar a compreender atos 15 para aprender o que o gentil deve de guardar e praticar. Pois eu vejo D-us em tudo no trabalho me sinto a vontade para ensinar as coisas de D-us para os amigos que não tem o temor de D-us no coração me de uma direção sobre isso amigo!
      Shalom

      Excluir
    31. Primeiramente antes de ensinar viva, a sua vida falará mais alto que suas palavras.
      Sim há mandamentos iniciais para gentios em Atos 15, que é o minimo necessario para que o gentio seja ritualmente puro para ser aceito na comunidade e depois aprender os demais mandamentos veja Atos 15:21 fala deste ensino paulatino, mas as regras iniciais devem ser cumpridas mesmo sem entendimento pois são ordenças Divinas de purificação minima, todas as demais orientações Biblicas tidas como leis, devem ser entendidas antes de serem praticadas pelos gentios e somente depois de estudadas paulatinamente e reveladas pelo Espirito Santo é que tais mandamentos devem fazer parte da vida do gentio achegado a comunidade de Israel pelo testemunho de Yeshua.

      Excluir
    32. puxa cada dia me surpreendo mais com você! e olha que eu achei que sabia algo cheguei a conclusão que nada sei! muito obrigado amigo, continue orando por mim, pois as bençãos estão correndo atrás de mim.
      D-us tem sido Bom em minha vida me deu tudo o que eu precisava, ele foi o meu Pastor e nada me faltou, eu agora so quer retribuir com minha devoção a ele pois D-us é Maravilhoso!
      Ninguem é como nosso D-us.
      espero encaminhar a muitos a você para ter esse deleitoso banquete de sabedoria, que YHWH lhe abençoe cada dia mais!!!
      Shalom

      Excluir
    33. olá caro amigo!
      surgiu uma questão sobre Jesus qual o correto trindade ou triunidade ou nenhuma?
      Shalom

      Excluir
    34. mas pq Jesus fala com o Pai, e diz que o testemunho de duas pessoas é valido e diz que o Pai testemunha dele? não entedi

      Excluir
    35. Caro Duyllhon ,

      Como disse anteriormente seja pontual, sempre faça referência a passagem que lhe suscitou dúvida, e a sua dúvida de forma clara, além de nos ajudar a entender a sua dúvida para auxilia-lo, você mesmo neste exercício de caracterizar o texto e formular inteligivelmente a questão terá um desenvolvimento cognitivo maior, além de aumentar a percepção de como a lógica bíblica funciona.
      Então tente fazer este exercício.

      Excluir
    36. Shalom,
      andei meio sumido para analisar um grupo de pensamento os Testemunhas de Jeová!
      e também andei perdendo tempo na internet com coisas que não trazem nenhum fruto, mas confesso que me senti meio atrapalhado em minhas duvidas e meio sem jeito por não saber expor minhas duvidas com exatidão!
      eu li um texto meio que confuso,- E tu, Belém Efrata, posto que pequena entre os milhares de Judá, de ti me sairá o que governará em Israel, e cujas saídas são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade.
      Miquéias 5:2.
      porque esse texto passa a ideia que Yeshua teve um inicio?
      quero saber se a origem dele dos dias da eternidade são antes de houver tarde e manha primeiro dia, é isso que declara os dias da eternidade? pois se Yeshua teve principio apenas o Pai sempre existiu ou tem alguma compreensão errada do texto por não estar no original?

      Excluir
    37. aqui em casa estamos bem, meu filhinho de 1 mês rsrsrs e minha esposa estamos felizes estamos tomando atitudes para melhorar nossa vida! como tentar ser melhor a cada Sábado.
      Shalom amigo tudo de bom!

      Excluir
    38. Caro Duyllhon,
      Que bom que todos estão bem, e ótima noticia de saber de seu empenho de a casa shabat melhorar.

      Quanto as sua dúvidas percebe-se que você andou falando com testemunhas jeovistas, pois o tema de Yeshua ser eterno é o que sempre fica em voga nas conversas, mas ao menos neste ponto ele tem razão, pois Yeshua teve um início como um ser distinto do Pai Eterno, mas isso está nos comentários acima neste mesmo post, e por todo o blog, e parece que não leu.
      Pra não ficar de dedos, a trindade é um invenção ocidental, nunca presente em texto bíblico nem de forma direta nem indireta, mas isso não deprecia nem desvaloriza à Yeshua que o Filho de D-us, o ser que antes de ser um bebe nascido de mulher era o Agente comunicador de D_us, e antes de ser distinto do Pai, ele era o Verbo intrínseco em D-us, isto é, D-us ao falar a criação se utilizava da Palavra de seu Poder (Hb1:3) para isso, e tal situação que João registra como pode ser visto neste post acima, O Verbo estava com D-us, e D-us era o Verbo, entende-se que aqui ainda não existia um ser distinto do Pai, mas apenas a ferramenta "Verbo" que ao ser emanada por D-us gerava a criação, a vida, mas num dado instante D-us arranca de si, e de sua própria essência personifica a sua palavra a chamando de Filho, que encarnou nascendo de mulher ser tornando o Ungido do Senhor, a saber Yeshua, e portanto Yeshua como ser distinto de D-us teve um ínicio sim, mas como sendo a ferramenta de criação a saber o Verbo, ele é eterno, pois pensando de forma antropopática , D-us não poderia alguma época ser mudo, então o verbo existe eternamente em D_us.

      Excluir
    39. nossa. estou maravilhado com essa explicação perfeitamente cirúrgica!
      agora sim! eu entendi perfeitamente toda essa complexibilidade desse assunto.
      fiquei muito feliz e ani,ado a prosseguir a aprender corretamente sobre esse nosso D-us tão perfeito.
      obrigado pela atenção Metushelach!

      Excluir
    40. eu gostaria de saber se você é da igreja Israelita da nova aliança!?
      ou alguma outra? e quais são as doutrinas seguidas na sua igreja, como batismo, lava pés, Ceia, imposição de mãos, etc...

      Excluir
    41. Duyllhon,

      Não sou da CINA e nem recomendo a ninguém que participe, e quanto a igreja não frequento nenhuma, o que temos são comunidades, isso quer dizer que não há institucionalização com paredes e placas, não há cargos, mas existe sim hierarquia de mais velhos e mais sábios que são responsáveis por orientações e pela transmissão de valores morais e éticos de um Reino Vindouro cujo já participamos de forma antecipada.
      Quanto as doutrinas são todas bíblicas originadas no entendimento judaico das Escrituras.
      Recomendo se preocupar mais com o seu relacionamento pessoal com D_us, na formação de um caráter que permita mais e mais intimidade com o Pai Celeste do que com organizações humanas.

      Shalom

      Excluir
    42. boa noite,
      nossa eu sou da Congregação Crista no Brasil mas não vou a alguns dias e também me sinto fora do corpo da igreja pois meus racíocinio é mas levado para a igrejas primitivas. Então eu achei muito legal autonomia pois não se pode esquadrinhar D-us em apenas 4 paredes, e também muitos homens santos cultuaram a D-us no deserto! me corrija se eu estiver errado então vocês se reúnem para partir o Pão na casa de um irmão certo!? e as comemorações (solenidades) também. Eu sempre quis servir a D-us assim pois acho meio que regrado dimais um certo grupo (cabeça) da igreja sempre ditar as regras e entrar num acordo de modo que o restantes dos membros devem se portar, não que eu seja rebelde mas digo no fato de coisas impostas pelo homem como intolerancia em certas coisas que a Leí nos da a liberdade!
      mas eu ficaria muito feliz em participar de uma união com vocês me convide que eu ficarei muito feliz em estar no meio de vós.
      admiro sua sede de sabedoria, eu também gostaria de saber se você tem mais algum dom além da Sabedoria, como de Professia...
      Shalom amigo!

      Excluir
  22. Shalom amigo!
    Metushelach Ben Levy, primeiramente gostaria de parabenizá-lo pela atenção dada aos leitores e questionadores que acessam o blog, bem como pela coerência e sabedoria compartilhada aqui, saiba que tais ensinamentos limpos e sem sistemáticas tendenciosas são comparáveis ao fogo que purifica a prata!

    Gostaria que me explicasse, por favor, dois textos:
    1 Jo 5:20 e Atos 5:3,4

    Ainda neste esclarecimento sobre a "tal trindade", pois estes textos são muito usados pelos líderes trinitarista da minha cidade para afirmar que Jesus é D´us (no caso do primeiro texto apresentado), bem como, para provar que o Espírito Santo também é D´us (no caso do segundo texto), dando força, desta forma, a tão falada "trindade"!
    Gostaria que me ajudasse!

    Um abraço,
    Shalom

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Ricardo, Shalom

      Em 1 João 5:20 o que temos é um problema gramatical, ou na melhor da hipóteses uma falta de conhecimento gramatical de quem lê, pois se atentarmos para quem é o sujeito foco desde o verso 18 veremos que é sempre D-us, pois vemos o que é nascido, gerado e o plural somos é sempre concernente ao que é advindo de D-us, e do nada no verso 20 criam uma endeusação do Filho destoante do texto e sem uma posição adequada para uma revelação dogmática dita tão importante.
      Analisando o texto e gramaticalmente verificando se a oração fosse composto de maneira invertida sem mexer na estrutura gramatical não teríamos problemas interpretativos, senão vejamos: “E sabemos que já o Filho de D-us é vindo e nos deu entendimento para conhecermos o que é verdadeiro; Este é o verdadeiro D-us e a vida eterna, e no que é verdadeiro estamos, isto é, em seu Filho Yeshua HaMashiach.”

      O que nos mostra que é o Pai que é D-us verdadeiro e não o filho é o pronome possessivo “seu”, alertando de quem se fala, e que é possível ver não só no português mas sim através da presença do pronome possessivo grego autou “αὐτοῦ“ esclarecendo ainda mais a frase.

      Excluir
    2. Obrigado pela atenção amado Metushelach Ben Levy , é que eu estou vivendo um processo de reaprendizagem, sou seminarista e acabei me deparando com algumas adições realizadas por "Roma" no que conhecemos como N. T e isso despertou-me interesse em estudar mais afundo sobre a história da trindade por ex., visto que esse dogma foi oficializado por Constantino! No entanto ainda pairam dúvidas a respeito de diversos textos:
      Como em Atos 5:3,4 O espírito Santo é D´us? Qual seria a melhor resposta, visto que em atos 15 observamos que o Espírito de Jesus impediam os apóstolos de se dirigirem a determinados locais? São dois espíritos então? Como entender isso?

      Obrigado
      Shalom

      Excluir
    3. Caro Ricardo,
      Não sei se conseguirei me fazer entender sobre este assunto pois é complexo e leva em conta alguns conhecimentos rabínicos e complexos sobre emanações de D-us e as Sefirot criadoras, mas para resumir, Espirito Santo vem do Termo hebraico Ruach HaKodesh que pode ser traduzido como vento, emanação, proveniência de atributo DO Santo, ou seja advinda DO Santo, isso quer dizer que a Ruach só é o que é por advir DO Santo, assim como as Sefirot, a Ruach é ao mesmo tempo a própria Presença de D-us, como também uma Emanação de atributo determinado para uma situação especifica. Digamos assim que a Ruach é uma maneira que D_us possa se manifestar diante da sua Criação sem a consumi-la por sua Santidade e Glória. Outros sábios dizem que a Ruach é a compactação de D-us, que é infinito mas que se compacta para coexistir com a criação e não desmantela-la por completo pelo temor, assim como vemos em Apocalipse os montes e vales fugindo de diante do Grande Trono Branco de Juízo.
      Espero ter ajudado apesar da falta de palavras em tratar de um assunto são além de nossa compreensão mundana.

      Excluir
    4. Para complementar, o Espírito de Yeshua não é outro que não o próprio Ruach HaKodesh que o capacitou no dia de seu batismo, sendo assim não há dois Espíritos mas sim um que advém do Pai que é o mesmo que cobre e capacita o Filho, e que o Filho compartilha com os que Ele justificou e santificou.

      Excluir
  23. O prólogo de João é absolutamente claro ao revelar a plena Divindade do Filho (o Verbo, ou Palavra, que se fez carne). Que me perdoem os arianos, unicistas e monoteístas intransigentes, mas nem tentando reinterpretar as Escrituras eles conseguem anular o fato de que Jesus é Deus absoluto e verdadeiro. No versículo 14 está revelado um dos maiores milagres já efetuados por Yahweh: o Deus de todo o universo se fez homem e tabernaculou entre os pecadores. Glória sempiterna ao Deus trino!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se é tão claro o milagre por que teve que ter jogo de palavras num idioma que não condiz que contexto bíblico, por que não falou logo e D-us se fez carne???

      Excluir
  24. Olá, queria tirar uma dúvida sobre o trecho de FIlipenses 2:5-9

    O trecho fala da igualdade do Messias com D's?
    Fala sobre uma possível adoração ao Messias?

    Obrigado

    ResponderExcluir
  25. Desculpe, li boa parte das suas explicações em questão a João 1:1 e sua afirmação de que Pai, Filho e Espirito Santo não são um só (Trindade) mais porque em Marcos 3:28 - 30 “Na verdade eu vos digo: tudo será perdoado aos filhos dos homens, os pecados e todas as blasfêmias que tiverem proferido. Aquele, porém, que blasfemar contra o Espírito Santo, jamais será perdoado: é culpado de pecado eterno. Isso porque eles diziam: Ele está possuído por um espírito impuro”. No caso isto não seria 3 poderes sendo um só?
    Pois Jesus em vida ordenou Orar ao Pai e não a ele. Sendo isto se ele sabia quem era ou que seria não teria dito que ao seu tempo deveríamos orar a ele como mediador do Pai?
    Por que a ordem de Jesus após sua Ressurreição em Mateus 28:19 "Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo". Esta tradução esta errada também? Não estaria ele mostrando a Trindade no batismo?
    Não sou um estudioso mais sim um curioso pois como posso ensinar o que não sei? Sou Adventista do 7 dia não Batizado ainda, guardo o Sábado pois não acredito na abolição das Leis escritas pela mão de Deus.

    Meu nome é Abner Godoy. Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os Adventistas, guardão os mandamentos em parte, esses mandamentos não são isoladamente os 10, mas sim 613, que resumidamente são os 10 mandamentos.

      Fazer fogo, no Sábado é transgressão do Sábado, e os adventistas vão de carro para a igreja, existe inúmeros preceitos que os adventistas não observam, e como Sha'ul dizia, se desobedecer apenas um lei, é transgressor de toda a Lei.

      Por isso, peço que o HaShem tenha misericórdia de nós, transgressores da ToraH, mediante o Filho Yeshua Ha'Mashiach.

      Excluir
  26. Shalom Metushelach,

    Parabéns pela postagem, vejo que estou pensando de forma certa, nunca engoli a Trindade quando comparava com a bíblia, tenho estudado com alguns amigos e tenho entendido melhor essas questões bíblicas e entendi que a ICAR fez grandes barbáries com as escrituras e o método de interpretação, vai ser difícil de quebrar esses grilhões da ignorância, pois as pessoas não estão preocupadas em analisar nada com ninguém, elas estão interessadas em te refutar sempre, então fica aí meu conselho, continue ensinando. Parabéns,

    Shalom Aleichem!

    ResponderExcluir
  27. Muito bom!
    Você é quem me fez feliz, pelo conteúdo que encontrei aqui.

    ResponderExcluir
  28. Caro Ben Levy, sobre tudo que li aqui então é que DEUS é DEUS todo Poderoso, que Jesus não é DEUS com letra maiucula, que o Espirito Santo também não é DEUS, eu também nunca entendi direito sobre a trindade, se possível poderia me mandar por e-mail um estudo completo sobre esse tema? Ou que possa me responder aqui mesmo, sabe se tem alguma Biblia que seja traduzida para o Português que seja mais perto do original possível?

    ResponderExcluir
  29. Em 1 João 5,7 Porque três são os que testificam no céu,o Pai, a Palavra e o Espirito Santo, e estes três são um. Como seria o que esta no original? ou essa tradução está errada? (ACF).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este texto é considerado apócrifo. Os melhores manuscritos e mais confiáveis não o tem. Acredita-se que tenha sido um comentário de algum copista no passado. Quando passaram a limpo ou traduziram, ele foi junto. Não faz parte dos originais. Milhares de traduções não o tem; algumas tem.

      Excluir
  30. Uma outra coisa, você não nega a divindade de Cristo, então quando falo que Jesus é DEUS mas não Todo Poderoso, e que está assentado e destra de DEUS,seriam então dois DEUS, como eu poderia explicar isso, não estou te confrontado, mas quero aprender, porque esse tema nunca ficou bem claro,me tenha como um aprendiz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa pergunta, mas para pensar veja bem: Se Jesus é Deus, porque é que Estêvão viu duas pessoas no céu? Estêvão “fitou os olhos no céu e avistou a glória de Deus, e Jesus em pé à direita de Deus.” (Atos 7:55) Claramente viu duas pessoas distintas. Estêvão menciona que Jesus está à direita de Deus e não simplesmente à direita do Pai. E se Jesus é parte de uma divindade trinitária, porque é que Estêvão não viu também o espírito santo ou três pessoas? De forma clara a Bíblia inteira mostra uma separação e distinção entre todos. Um é um união apenas. Só YHWH é o único Deus Todo-Poderoso. Cristo tem a sua posição privilegiada e a melhor possível que alguém no universo poderia ter, de forma que Jesus seria sim deus (ou um deus ou Deus, mas nunca [O] Deus e nunca O Deus Todo-Poderoso. Jesus falou uma vez que quem envia é maior do que o enviado. No batismo de Cristo se ouviu uma voz (claramente não era a de Cristo) e se notou uma manifestação do espírito santo nos céus como se fosse uma pomba. De forma que não poderiam ser literalmente um. Esse argumento de que Deus é impossível de entender é contraditória a Bíblia, pois Deus quer que conheçamos a ele. Enviou o seu filho, Jesus (notou? Deus ENVIOU Jesus) para nos ensinar como adorar e viver como a vontade do seu Pai, ele deu a vida por todos os do seu tempo e também por toda a humanidade. Deus quer que nos acheguemos a ele e fazemos isso por meio do seu filho amado, Jesus.

      Excluir
  31. Colossenses 1:15 e Apocalipse 3:14 estão, realmente, afirmando que Deus Pai criou Jesus Cristo?

    A Bíblia é clara em afirmar que Jesus é Deus. Eis alguns textos bíblicos sobre essa verdade: “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus” (Jo 1:1); “Ninguém jamais viu a Deus; o Deus Unigénito, que está no seio do Pai, é quem O revelou” (Jo 1:18); “Respondeu-Lhe Tomé: Senhor meu e Deus meu” (Jo 20:28); “… mas acerca do Filho: o Teu trono, ó Deus, é para todo o sempre” (Hb 1:8); “… na justiça do nosso Deus e Salvador Jesus Cristo” (2 Pe 1:1); “Aguardando a bendita esperança e a manifestação da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus” (Tt 2:13); “Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho, e Ele será chamado pelo nome de Emanuel (que quer dizer: Deus conosco)” (Mt 1:23). À luz do conteúdo desses versos, não há motivo para se pensar que Jesus tenha sido criado pelo Pai. Se isso tivesse acontecido, Jesus teria sido o primeiro a nascer, o que contradiria os textos anteriormente mencionados, que declaram ser Ele Deus e, portanto, eterno.

    Colossenses 1:15 diz que Jesus “é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a Criação”. A palavra “primogênito” vem do grego “protótokos” (protos = “o primeiro a nascer”, “o principal”, “o mais importante”, e tokos = “dado à luz”, “nascido”, “descendência”, “prole” – do verbo tikto = “nascer”, “dar à luz”1). A Septuaginta emprega protótokos para traduzir o vocábulo hebraico o bekôr -“primogênito”.2 Assim, protótokos significa tanto “primeiro/primogênito”, como também “mais importante/preeminente”.

    “Primogênito” é empregado na Bíblia com duas ideias: (1) em sentido literal: o primeiro a nascer (cf. Lc 2:7: “E ela [Maria] deu à luz o seu filho primogênito”; Hb 11:28: “… para que o exterminador não tocasse nos primogênitos dos israelitas”), e (2) em sentido figurado: o mais importante, o mais preeminente (cf. Êx 4:22: “Israel [2º filho de Isaque] é meu filho, meu primogênito”; Sl 89:27: “Fá-lo-ei [a Davi, filho mais novo de Jessé], por isso, meu primogênito, o mais elevado entre os reis da Terra”; Jr 31:9: “Efraim [2º filho de José] é meu primogênito”).

    Então, sendo Jesus Deus, e como tal eterno, a palavra “primogênito” é empregada, em Colossenses 1:15, para mostrar que Ele é “o mais importante” de toda a Criação, pois foi seu Criador, o Autor da própria Criação. Veja que Colossenses 1:16 explica o verso 15: “… pois nEle, foram criadas todas as coisas, nos céus e sobre a Terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam soberanias, quer principados, quer potestades. Tudo foi criado por meio dEle e para Ele.”

    Em Colossenses 1:15, Paulo destaca a posição de Cristo em relação à Criação. Ele é apresentado como estando acima de todas as coisas criadas. A razão disso é que Ele é a causa primária da Criação, Seu Originador. Ele é o que tem todo o poder, “no Céu e na Terra” ( Mt 28:18), “porquanto, nEle, habita, corporalmente, toda a plenitude da divindade” (Cl 2:9), e “NEle, tudo subsiste” (Cl 1:17).

    Apocalipse 3:14 diz que Jesus é “o princípio da Criação de Deus”. A palavra “princípio”, na língua original grega, é archê, e significa “início”, “origem”, “princípio”, mas também “líder” e “primeira causa”.3 A ideia de que Jesus foi o início da Criação de Deus, no sentido de ter sido a primeira coisa criada, novamente contraria os textos mencionados anteriormente, os quais afirmam que Jesus é Deus, e como tal eterno, e quem é eterno não pode ter sido criado. A palavra “princípio”, em Apocalipse 3:14, quer dizer que Jesus é o “originador”, a “causa primária”, o “líder” da Criação de Deus.

    Em conclusão, dizemos que os textos de Colossenses 1:15 e Apocalipse 3:14, longe de sugerirem que o Filho foi criado, afirmam Sua eternidade e Seu poder criador.

    ResponderExcluir
  32. Shalom!
    Tenho seguido seus comentário, e tem auxiliado bastante os meus estudo, inclusive tenho a "BJC", e tenho recomendado a muitos que como eu se dedica a estudar a Palavra de Deus.
    Li um comentário seu a respeito do "Tabernáculo" porém não consegui localizar nenhum texo em Grego do evangelho de Lucas ao qual ele relata que Jesus nasceu numa tenda (tabernáculo), e não em uma "majedoura".
    Isto para mim é essencial para fundamentar o nascimento de Jesus na festa dos Tabernáculos.
    Pode me auxiliar e também enviarme mais alguns detalhes sobre este estudo.
    Fraterenalmente,
    Sérgio Alves (sergioalves.icm@gmail.com)

    ResponderExcluir
  33. Quem não crê na divindade de Cristo implica que Jeová é mentiroso.

    Eu, eu sou o Senhor, e fora de mim não há Salvador. Isaías 43:11

    Nem preciso citar os inúmeros textos bíblicos que dizem que o Messias é o salvador.

    Crendo que Jesus é Deus, não há contradição.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem falou essa palavras foi YHWH, por meio do seu profeta. Fica claro que ele falou dele mesmo, Deus; e não de seu filho, Jesus. Deus nos salva por meio do seu filho Jesus. Deus "precisa" de um intermediário, pois somos muito inferiores para nos aproximar de Deus. No caso nós que é que precisamos de intermediário, literalmente. Jesus é esse que revela o Pai. Dois não podem ser um; a menos que seja união como a exemplo de um casamento. E tem mais: Se Jesus é Deus, porque é que Estêvão viu duas pessoas no céu? Estêvão “fitou os olhos no céu e avistou a glória de Deus, e Jesus em pé à direita de Deus.” (Atos 7:55) Claramente viu duas pessoas distintas. Estêvão menciona que Jesus está à direita de Deus e não simplesmente à direita do Pai. E se Jesus é parte de uma divindade trinitária, porque é que Estêvão não viu também o espírito santo ou três pessoas? Estude a Bíblia e não dependa de outros pra isso. Leia Tiago 1:5

      Excluir
  34. Jesus é um, YHWH é outro e o espírito santo é outro. Assim como em um casamento dois são Um, assim como jesus pediu para que os 12 discípulos fosse Um como ele(jesus) e o pai eram Um, eles deveriam ser. Trindade e toda ideia em volta disso, não é bíblico; é pagão. A Bíblia nunca ensinou isso. Jesus é um ser divino sim e está acima de tudo e todos; só abaixo de seu pai que é Deus. O texto é algo como: No princípio era o logos, e o logos estava em [ou com] Deus, também Deus estava com o Verbo. Parem de brincar que sabem de algo. Trindade não existe. Tertuliano está se revirando no túmulo de gargalhada com essa palavra divulgada por ele. Não vejo pessoas fazendo confusão entre O Pai e o espírito santo ou entre Jesus e o espírito santo. Sempre se apegam a joão 10:30 (lembra sobre casamento?) e acham que entenderam e ignoram a Bíblia inteira. Por favor gente, pensem mais e parem de usar falácias de apelo a autoridade. Estudem. Tiago 1:5 - Leia os textos. Leia a Bíblia e a estude e entenda.

    ResponderExcluir
  35. Caro Levi,
    é ótimo se pensamento. O fato de você vir do judaísmo isso lhe coloca mais perto da verdade. primeiro porque você (sua referencia) é monoteísta e lê Hebraico. Infelizmente os cristãos que tem uma referencia a partir do tempo de Constantino (Sec.IV) são atualmente politeistas na mente, ainda que na boca digam que existe um só Deus.
    A passagem do Evangelho de João 1:14 (sua tradução está certa) "A Palavra se tornou um Ser Humano, e tabernaculou entre nós e vimos a sua glória como a glória do único gerado do Pai, cheio de graça e de verdade. " Aqui vemos que o 'Rabernaculo1 era uma profecia do Senhor JEHOVAH levantando um Tabernáculo para ELE. e Este Tabernáculo mais adiante é chamado 'Filho'. Isto é Deus com os homens.
    Devemos acreditar na Trindade na Pessoa do Senhor Jesus Cristo (um so Deus onde o Pai é JEHOVAH, O Filho é o Tabernaculo gerado em para ELE atraves de Maria e o Espirito Santo é Sua Verdade Santa)., e não acreditar na Trindade de pessoas, onde se cree em tres deuses. com muitos cristãos creem.
    Parabéns pelo seu blog, e continue com sua missão de ensinar

    abraço
    Johnny (WhatsApp: (021- 9960-99220

    ResponderExcluir
  36. shalom adonay, meus amados!

    percebo que vcs estam discutindo muito sobre se jesus ser Deus ou não! meus amados se vcs não entederem o ministerio de jesus durante sua vida aqui na terra, nunca entederam sobre este assunto que vcs tanto discutem. A principio nos entendemos que jesus veio a terra, tomando a forma de homem com o proposito de cumprir a obra que o Pai celeste lhe imcubiu, (mateus 6:33). em filipensses 2:1 a 11. vemos que ele sendo Deus, não (quiz) se usurpou de ser igual a Deus, mas esvaziou a si mesmo (de que? dos atributos que o tornam ele viver aqui na terra como ele vivia e exercia a condição, estado e a posição de Deus no céu, ex: onipotente, oniciente e onipresente! jesus esvaziou-se destes atributos, afinal de contas ele foi reconhecido como figura humana, por isso, era dificiu para os judeus aceitarem ele sendo um com o pai, pq quem o via, o via como um ser humano, e ele era de fato um ser humano como diz o vers. 7 e 8.
    então sendo reconhecido como homem mas sem pecado, gerado da semente divina, tomando um corpo (hebreus 10:5 a 10), precisamos entender que jesus teria que viver aqui na terra não exercendo os atributos de Deus, pois ele era semelhante aos homem,porem sem pecado, teria que viver como homem, sentir fome, sede, cansaço, sofrer tentações como o homem sofre! salmos 115:16 diz: os céus são os céus do senhor, mas a terra deu-a aos filhos dos homens. então a terra é o reino que Deus deu aos homens com o proposito de eles viverem e dar toda a gloria a Deus! então pra se viver neste reino de uma forma legal, tem que nascer aqui de uma forma legal, nascer como bebe nasce! foi por isto que Deus (jesus) nasceu de forma legal, como menino, viveu de forma legal como um ser humano vive, agora sem pecar contra Deus e o proximo! cresceu e aprendeu (conhecimento e sofrimento) normalmente como um ser humano qualquer! porem sempre teve comunhão com o pai! agora me diga: ele operou algum milagre, maravilhas e etc...antes de se cumprir o que Diz atos 10:38. absolutamente, Não! ele somente começou o seu ministerio quando foi ungido pelo pai ao descer sobre ele O Espirito Santo numa forma de uma pomba sobre ele, ao ser batizado por João batista no rio jordão! logo em seguido foi para o deserto e foi tentado pelo diabo por 40 dias. tudo que ocorreu com cristo aparti dai foi por causa do poder e da unção que Deus derramou sobre ele. ele era Deus, mas não quiz andar como Deus aqui na terra, mas sim como homem, sendo servo, obediente ao pai, até a morte e morte de Cruz! como homem ele presiva ser ungido para a obra do ministerio que o havia dado. como Deus, quem poderá ungir a Deus? se ele mesmo em si é qualificado! mas como Deus, não se usurpou a ser igual a Deus! precisava da unção de Desu para obra ou missão! ele era 100% guiado pelo espirito santo, ele tinha o espirito sem medida (joão 3:34) em outras palavra, Deus operava nele e atravez dele como queria, atravez de todos os dons do espirito e manifestações! somente jesus operou 100% de todos os dons do espirito! então jesus (seu corpo) era limitado no tempo e no
    espaço! (não exerceu: onipresença) ! ele disse: não é que eu posso fazer, mas o pai que esta em mim e que faz; ele foi ungido ( não exerceu: onipotencia), ele como criança, teve que crescer em conhecimento e graça; e as vezez ele perguntava as pessoas determinado assunto pq ele mesmo não sabia! ( não exerceu: oniciencia). jesus como Deus no céu precisou nascer aqui na terra como menino de belem, crescer e viver normamente como homem, fazendo a vontade do pai que esta nos ceus, sem pecar, obediente ate a morte de cruz! onde jesus estava quando ele disse que o pai era maior que ele? ele estava aqui na terra como homem que esvaziou-se (atributos de Deus), sendo servo obediente ate a morte de cruz! então, estava representando a nós, como nosso substituto ao assumir o nosso lugar na cruz do calvario, cumprindo a obra redentora ao derramar o seu sangue puro e inocente, levando nossas dores, enfermidades, pecados, transgressões e maldições, para nos comprar para Deus o pai!

    ResponderExcluir
  37. Oi amigão tudo na shalom do nosso Deus pai e do seu filho eu queria sabe se tem como o senhor me indica um dicionário grego e português, o melhor que o senhor conhecer meu mail e tiagoyahu@gmail.com

    ResponderExcluir
  38. Deus ele é sempre foi e sempre será Deus, mas ele estar em Todos os lugares, pois sua palavra fala que ele é Onipresente no velho testamento ele foi pedra foi sarça ardente, no novo testamento, ele veio em forma de Filho em forma de Homem ele era o próprio Deus que tá no céu, mas também dentro do corpo do Cristo. Ele veio trazer a palavra para os corações, trazer salvação ele falava como filho mais também como o próprio Deus pois quem ver o cristo ver o pai o próprio Deus, a palavra de Deus ela é eficaz e verdadeira e liberta o homem .Tu crês que há um só Deus; fazes bem. Também os demônios o crêem, e estremecem.

    ResponderExcluir
  39. Por favor preciso saber como está na transliteração grega: ROM. c.14 v.11! Agradeço desde já!

    ResponderExcluir
  40. Por favor preciso saber como está na transliteração grega: ROM. c.14 v.11! Agradeço desde já!

    ResponderExcluir

Faça um blogueiro feliz, Comente porfavooooooooooooor