שמע ישראל י-ה-ו-ה אלקינו י-ה-ו-ה אחד
Shemá Yisrael Adonai Elohêinu Adonai Echad

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Parashá, Parashiot, Haftará e Haftarot, o que significam?

Pelo crescente interesse de muitos e pela enxurrada de vídeos postados na Internet com os títulos de parashá, parashiot, haftará e haftarot, nós resolvemos explicar a origem tanto das expressões bem como o que elas representam.

Também temos visto que muitas pessoas que ao assistirem tais vídeos, estão usando o termo de forma incorreta e criando neologismos em cima de tais expressões.

Parashat (פָּרָשַׁת), (lê-se Parashá): significa pedaço, divisão, segmento ou porção, e é este último que melhor define as 54 porções em que a Torah foi comumente dividida. Quanto a tal divisão não se existe um consenso de como ou quando surgiu, existem algumas alegações que remontam ao tempo de Moshe (Moisés) sendo que o próprio D-us tenha dado a instrução de como dividi-las, outras fontes remontam a divisão ao período de Ezra (Esdras) no século IV A.E.C. após o exílio juntamente com toda a recuperação cerimonial e litúrgica do serviço.

O número de divisões da Torah também variou nos primeiros séculos da era comum, pois enquanto em Eretz Israel havia o costume de dividir a Torah em 154 ou 155 porções os judeus do oriente a dividiam em apenas 54 porções, sendo que as primeiras eram lidas no decurso de três anos e as últimas no decurso de um ano, foi após o século nono D.E.C. que houve a unificação das práticas sendo a divisão em 54 porções a que se popularizou sendo adotada em toda a Eretz Israel posteriormente.

As Parashiot e a liturgia e o ciclo anual.

A subida a uma bimáh (púlpito) para a leitura da Torah é o ato público mais importante da ritualística judaica, sua importância é tal, que a iniciação de um jovem a vida religiosa adulta se dá através do Bar-Mitsvá, no qual somos chamados pela primeira vez à Torah. A chamada à Torah, que recebe o nome de aliáh Torah (subida à Torah) compreende a leitura da Parashá relativa à semana do aniversário do jovem, e tal leitura é iniciada e finalizada com uma benção.
Tal liturgia semanal de leitura das Parashiot remonta ao tempo da Grande Assembléia presidida por Ezra, na qual se lia em público durante o Shabat uma porção aleatória dentre as 54 Parashiot.
Este caráter litúrgico da Leitura das Parashiot fez surgir a preocupação em não permitir o descaso ou a arbitrariedade em se escolher as porções a cada Shabat, sendo assim no século dois da era comum, dois grandes sábios de Eretz Israel, o rabi Meir e Rabi Iehudá Ben Ilai, ambos discípulos de rabi Akiva, incomodados com o descaso criaram a ordem seqüencial das Parashiot e as regras para a leitura dentro do ciclo anual do calendário solar-lunar judaico, que possui 50-51 Shabatot em anos regulares, isto é, anos de 12 meses, e 54-55 Shabatot em anos irregulares, isto é, em anos de 13 meses, no qual é incluído um segundo mês de Adar, chamado de Adar Sheni, tal acréscimo se dá pois o ano lunar tem 354 dias e o ano solar tem 365 dias e para que as estações não se desloquem muito dos meses de colheitas, se ajusta o ano lunar ao solar se adicionando um mês a mais, e tal particularidade faz com que a seqüência de leitura se adéqüe para que as 54 Parashiot sejam lidas dentro do ciclo anual judaico, portanto em certas ocasiões ocorre a junção de duas porções da Torah que são lidas conjuntamente em um mesmo Shabat e tal junção recebe o nome de Mechubarot (מהברות) que significa amarras ou juntas.

As porções que são unidas até hoje respeitam as regras do segundo século, e são estas as Mechubarot permitidas:

- Shemot:
Vaik’hel / Picodei (35:1-40:48)

- Vayikrá:
Tazria / Metsorá (12:1-15:33)
Acharê Mot / Kedoshim (16:1-20:27)
Behar / Bechucotai (25:1-27:34)

- Bamidbar:
Chucat / Balac (19:1-25:10)
Matot / Massei (30:2-36:13)

- Devarim
Nitsavim / Vaiêlech (29:9-31:39)

O que define a forma que serão ajustadas as Mechubarot, além do que já vimos em relação as anos irregulares de 13 meses, são as seguintes regras gerais propostas por Maimônides e que são seguidas até hoje:

- Parashat Tsav (Vk:6:1-8:36) deve ser lida antes de Pessach em anos regulares.
  
- Parashat Bamidbar (Bm:1:1-4:20) deve ser sempre lida à uma ou duas semanas do inicio de Shavuot.

- Parashat Vaetchanan (Dv:29:9-30:20) deve ser lida depois do dia 09 do mês de Av (Tisha B’Av).

- Parashat Nitsavim (Dv:29-9-30:20) deve ser lida Antes de Rosh Hashaná.

Para estar de acordo com todos estes requisitos, as Parashiot como Tazria e Metsorá, Acharê Mot e Kedoshim, Behar e Bechucotai, são combinadas em anos regulares e separadas em anos irregulares, para que o ciclo anual de leitura da Torah termine sempre na mesma data judaica de Simchat Torah (A Alegria da Torah).

A nomenclatura das Parashiot.

Cada porção da Torah adota o nome de uma das palavras presente no primeiro parágrafo da porção em hebraico, e tal palavra resume de forma concisa o assunto pertinente à porção como um todo, sendo como um slogan do que será tratado.
Didaticamente ao mencionar um texto da Torah menciona-se este nome particular, e não capítulos ou versículos como é comum em bíblias traduzidas.

Lista de Parashiot

Nome da Parashat Referência
Hebraico Transliteração Tradução Torah
בראשית BERESHIT NO PRINCÍPIO Gn 1.1-6.8
נח NOACH NOÉ (Descanso) Gn 6.9-11.32
לך-לך LECH LECHA VAI Gn 12.1-17.27
וירא VAYERA E APARECEU Gn 18.1-22.24
חיי שרא CHAYEI SARA VIDA DE SARA Gn 23.1-25.18
תולדת TOLEDOT GERAÇÒES Gn 25.19-28.9
ויצא VAYETZE E ELE PARTIU Gn 28.10-32.2
וישלח VAYISHLACH E ELE ENVIOU Gn 32.3-36.43
וישב VAYESHEV E ELE HABITOU Gn 37.1-40.23
מקץ MIKETZ NO FIM Gn 41.1-44.17
ויגש VAYIGASH E ELE SE APROXIMOU Gn 44.18-47.27
ויחי VAYECHI E ELE VIVEU Gn 47.28-50.26
שמות SHEMOT NOMES Ex 1.1-6.1
וארא VAERA APARECI Ex 6.2-9.35
בא BO VAI Ex 10.1-13.16
בשלח BESHALACH QUANDO FOI ENVIADO Ex 13.17-17.16
יתרו YITRO JETRO (Abundância) Ex 18.1-20.26
משפטים MISHPATIM JUIZOS Ex 21.1-24.18
תרומה TERUMA OFERTA Ex 25.1-27.19
תצוה TETSAVE ORDENA! Ex 27.20-30.10
כי תשא KI TISSA QUANDO FIZERES Ex 30.11-34.35
ויקהל VAIAKHEL E CONVOCOU Ex 35.1-38.20
פקודי PECUDEI ENUMERAÇÃO Ex 38.21-40.38
ויקרא VAYIKRA E CHAMOU Lv 1.1- 5.26 (6.7)
צו TSAV ORDENA! Lv 6.1 (6.8) - 8.36
שמיני SHEMINI OITAVO Lv 9.1-17 11.47
תזריע TAZRIA CONCEBER Lv 12.1 - 13.59
מצרע METSORA LEPRA Lv 14.1 - 15.33
אחרי מות ACHAREI MOT APÓS A MORTE Lv 16.1-18.30
קדשים KEDOSHIM SANTOS-SEPARADOS Lv 19.1 - 20.27
אמר EMOR FALA! Lv 21.1 - 24.23
בהר BEHAR NO MONTE Lv 25.1 - 26.2
בחקתי BECHUKOTAI NOS MEUS ESTATUTOS Lv 26.3 - 27.34
במדבר BAMIDBAR NO DESERTO Nm 1.1 - 4.20
נשא NASSO LEVANTA (Contagem) Nm 4.21 - 7.89
בהעלתך BEHAALOTECHA QUANDO SUBIRES Nm 8.1 - 12.16
שלח-לך SHELACH LECHA ENVIA POR TI! Nm 13.1 - 15.41
קרח KORACH CORÉ (Calvo) Nm 16.1 - 18.32
חקת CHUKAT ESTATUTO Nm 19.1 - 22.1
בלק BALAC BALAQUE (Destruidor) Nm 22.2 - 25-9
פינחס PINCHAS PHINÉIAS (Tez escura) Nm 25.10 - 30.1
מטות MATOT TRIBOS Nm 30.2 - 32.42
מסעי MASSEI CAMINHADAS Nm 33.1 - 36.13
דברים DVARIM PALAVRAS Dt 1.1 - 3.22
ואתחנן VAETCHANAN E SUPLIQUEI Dt 3.23 - 7.11
עקב EKEV CONSEQÜENTEMENTE Dt 7.12 - 11.25
ראה REE VEJAM Dt 11.26 - 16.17
שפטים SHOFTIM JUÍZES Dt 16.18 - 21.9
כי תצא KI TETSE QUANDO SAÍRES Dt 21.10 - 25.19
כי תבוא KI TAVO QUANDO ENTRARES Dt 26.1 - 29.8
נצבים NITZAVIM EM PÉ Dt 29.10 - 30.20
וילך VAYELECH E PASSOU Dt 31.1-30
האזינו HAAZINU OUÇAM Dt 32.1-52
וזאת הברכה VEZOT HABERACHAH ESTA É A BÊNÇÃO Dt 33.1 - 34.12

Cada porção da Torah é dividida em sete trechos chamados de ALIOT (subida) e mais um complemento chamado de Maftir (Finalização).
Nos dias da semana e no Shabat à tarde são chamados à Torá somente três pessoas. Os trechos são encurtados e não correspondem ao mesmos trechos lidos nos Shabat pela manhã.
No Shabat pela manhã durante o Serviço (Avodah Torah) são então chamadas sete pessoas à Torah, e mais uma, o maftir, para finalizar repetindo alguns versos finais da porção e prosseguir com a leitura da Haftará . Assim com leitura de cada ALIÁ perfazem a leitura completa da porção da semana.
É costume chamarmos como primeiro a subir, um descendente dos sacerdotes, um Cohen. Em segundo chamamos um descendente da tribo de Levi, responsável no passado pela manutenção do Grande Templo. Os demais são chamados de Israel, pois são membros das demais tribos de Israel.
Cada Aliá é marcada somente nos textos bíblicos impresso. Mas no texto contido nos pergaminhos da Torah não encontramos qualquer marcação ou divisão,são textos contínuos sem pontuação o que requer preparo para tal leitura. Na verdade o texto não é vocalizado e nem é nele encontrado as notações musicais que permitem sua cantilação. Estes sinais, conhecidos como "teamim", são encontrados no texto impresso e devem ser preparados de antemão para a leitura ritual, e tal função especial nas sinagogas é destinada ao Baal Core (Mestre de Leitura) que cantila os Trechos da Torah a cada subida de alguém para ler uma aliá, sendo que muitos não sabem manejar muito bem o hebraico, tais pessoas liam o texto em suas próprias línguas e o Baal Corê fazia a leitura cantilada do texto em Hebraico, e isso perdura em muitas sinagogas até hoje.

Haftará e Haftarot

Haftará (הפטרה‎) significa conclusão, finalização, e é uma variante do termo maftir (מפטיר) e ambos derivam do radical hebraico Patar (פתר) que denota “livrar-se de algo”, “complementar uma situação”.

Haftará tanto denota a finalização da liturgia da Leitura da Torah como remonta à origem desta prática, que muitos presumem ser do segundo século antes da era comum no período da dominação Grego-Siria, quando o governante Antíoco Epífanes na ânsia de destruir as cultura dos dominados por imposição de sua cultura pagão e idolatra, decreta a proibição dos ritos judaicos inclusive o estudo e leitura litúrgica da Torah, sendo que a simples ato de ler a Torah se fosse pega pelas autoridades causaria a morte do praticante do ato, mas não obstante aos riscos de vida muitos sábios continuavam o estudo das Santas Escrituras mas para que a maioria das pessoas comuns não tivesse este mesmo risco os sábios prepararam uma forma de se ter o conteúdo da Torah sem a Torah, assim fizeram a correlação dos temas de cada Parashá ligando-os a uma porção específica dos profetas que não foram proibidos pelo decreto de Antíoco, assim sendo a leitura das Haftarot amenizou a falta que a Leitura da Torah fazia, e quando as autoridades passavam verificando aos judeus que se utilizavam das Haftarot, e ao constatarem que não se tratava da Torah, os deixavam sem punição assim sendo tais judeus se livravam (Patar - פתר) de punição.

Posteriormente ao fim da dominação de Antíoco já no período da Dinastia dos Hasmoneus, a liturgia da Leitura Pública da Torah foi restabelecida mas a prática de se ler as porções proféticas foi mantida, sendo assim a liturgia semanal ganhou mais uma etapa a leitura pública das Haftarot.

Lista de Haftarot

Nome da Haftará Referência
Hebraico Transliteração Haftara
בראשית BERESHIT Is 42.5-43.10
נח NOACH Is 54.1-55-5
לך-לך LECH LECHA Is 40.27-41.16
וירא VAYERA 2Rs 4.1-37
חיי שרא CHAYEI SARA 1Rs 1.1-31
תולדת TOLEDOT Ml 1.1-2.7
ויצא VAYETZE Os 12.13-14.10
וישלח VAYISHLACH Os 11.7-12.12
וישב VAYESHEV Am 2.6-3.8
מקץ MIKETZ 1Rs 3.15-4.1
ויגש VAYIGASH Ez 37.15-28
ויחי VAYECHI 1Rs 2.1-12
שמות SHEMOT Is 27.6-28.13; 29.22-23
וארא VAERA Ez 28.25-29.21
בא BO Jr 46.13-28
בשלח BESHALACH Jz 4.4-5.31
יתרו YITRO Is 6.1-7.6; 9.5-6
משפטים MISHPATIM Jr 34.8-22; 33-25.26
תרומה TERUMA 1 Rs 5.26-6.13
תצוה TETSAVE Ez 43.10-27
כי תשא KI TISSA 1 Rs 18.1-39
ויקהל VAIAKHEL 1Rs 7.40-50
פקודי PECUDEI 1Rs 7.51-8.21
ויקרא VAYIKRA Is 43.21 - 44.23
צו TSAV Jr 7.21 - 8.3; 9.22,23
שמיני SHEMINI 2Sm 6.1-7.17
תזריע TAZRIA 2Rs 4.42 - 5-19
מצרע METSORA 2Rs 7.3-20
אחרי מות ACHAREI MOT Ez 22.1-19
קדשים KEDOSHIM Ez 20.2-20
אמר EMOR Ez 44.15-31
בהר BEHAR Jr 32.6-27
בחקתי BECHUKOTAI Jr 16.19 - 17.14
במדבר BAMIDBAR Os 2.1-22
נשא NASSO Jz 13.2-25
בהעלתך BEHAALOTECHA Zc 2.14 - 4.7
שלח-לך SHELACH LECHA Js 2.1-24
קרח KORACH 1Sm 11.14 - 12.22
חקת CHUKAT Jz 11.1-33
בלק BALAC Mq 5.6 - 6-8
פינחס PINCHAS IRs 18.46 - 19.21
מטות MATOT Jr 1.1 - 2.3
מסעי MASSEI Jr 2.4-28; 3.4
דברים DVARIM Is 1.1-27
ואתחנן VAETCHANAN Is 40.1-26
עקב EKEV Is 49.14 - 51.3
ראה REE Is 54.11 - 55.5
שפטים SHOFTIM Is 51.12 - 52.12
כי תצא KI TETSE Is 54.1-10
כי תבוא KI TAVO Is 60.1-22
נצבים NITZAVIM Is 61.10 - 63.9
וילך VAYELECH Is 55.6 - 56.8
האזינו HAAZINU 2Sm 22.1-51
וזאת הברכה VEZOT HABERACHAH Js 1.1-18

26 comentários:

  1. Olá Metushelach, até o momento nao vi nenhum usuario ou post ou qualquer coisa que ligue este blog ou seus usuarios à CINA, pelo contrario, certa vez li de você dizendo para uma pessoa nao abandonar a sua igreja, mas sim fazer a diferença naquele local e quebrar os elos romanos dos fieis. Por outro lado, com meu contato à CINA (tenho grande amor pelo trabalho deles), um Rosh de la falou quase que claramente para mim que tenho que me desfazer dessas igrejas e me ligar à Israel, e consequentemente à CINA, e como exemplo me passou o texto de Rute 1:16, sem querer causar crise alguma, qual é sua visao sobre isso? voces estao ligados à CINA? qual a visão de voces quanto a: GENTIO - D'US / GENTIO - ROMA / GENTIO - ISRAEL?

    Agradeço, fique na Paz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Matheus,

      Primeiramente agradecemos a sua participação.

      Quanto a CINA, eu já deixei diversas vezes claro aqui que eu repudio tal instituição pura e simplesmente por ter tido o desprazer de conhecer os seus líderes Altair Junqueira (vulgo Yshai) e Péricles Pereira (Vulgo Ezra), e de saber o quanto são hipócritas e zombeteiros, mas digo que o estudos são bons e muito bem plagiados da Igreja de D-us do Setimo Dia e afins, com raras excessões.
      Quanto a fazer parte do Povo de D-us não há necessidade de nenhuma institucionalização, isto é, placa ou denominação com CNPJ, unicamente é preciso um relacionamento intimo e sincero com D-us e sua Palavra, se isso for feito de forma constante e despida de pré.....conceitos o destino será inevitavelmente uma aproximação do povo judeu, pela simples indentificação após nos conformarmos aos moldes do Mashiach Judeu, Yeshua HaMashiach, estaremos mais perto de tudo que o povo judeu preservou do relacionamento com D-us, claro que se excluindo muito dos apetroxos instituidos pelos homens numa forma quase que de floriar o que em si já é majestoso e simples.
      O Gentio deixa de ser extrangeiro às promessas, alianças e etc fazendo parte da familia de D-us (Efésios 2)quando se achegam á D-us em arrependimento e novidade de vida por meio de Yeshua HaMashiach sendo agora ramos enxertados na Oliveira (Romanos 11).
      Roma, Nova Delhi, Tibet, Tóquio, Salvador , Paris são todas locais berço de determinados movimentos religiosos, cabe a cada pessoa decidir o qual caminho que leva ao relacionamento sincero com D-us, cada um é livre para escolher o que quizer.
      Israel é a Oliveira e disso não há como distorcer as palavras de Shaul em Romanos 11, sendo assim que está na Oliveria tem que entender que faz parte de um Povo e deve a partir de então a se familiarizar com esse Povo, a sua cultura, lingua, contexto, dores e alegria para dai então entender as raiz que o sustenta.

      Excluir
  2. Oi sou a mesma pessoa que fez essa pergunta ai acima. Tenho mais essa pergunta, quero saber se sim ou não. Quem Não é circuncidado(fisicamente)não entrará no Reino dos céus?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sugiro a leitura do amado Romanos 2 verso 26 a 29. Paulo lhe responderá.

      Excluir
  3. Shalom,
    Gostei, excelente explicação e hoje aprendi mais alguma coisa. Estudo a Palavra desde que me conheço, pra cima dos 40 anos e estou sempre a aprender, por isso Obrigado. Por outro lado senti sinceridade principalmente na resposta às questões colocadas. Salmo 133:1 - Jeremias 6:16 e Isaias 8:20

    ResponderExcluir
  4. Muito interessante, sai do sistema religioso cristão e estou me sentindo melhor com o estudo da torah viva.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quais estudos do Torah Viva, os de antes de eles negarem à Yeshua, ou os de depois de terem negado e virados inimigos de Yeshua?

      Excluir
  5. Fizemos teshuva, e temos feito a avodah tora, e muito nos instrui as explicaçoes deste artigo. Porventura ha outras publicaçoes? Shalom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Shalom Prezada Sheila,

      Sobre esta temática não tem outras publicações, mas recomendo adquirir um Siddur da Editora Séfer, é um dos mais elucidativos sobre as questões litúrgicas.

      Excluir
  6. Obrigada por sua explicação. Aos poucos vou me familiarizando com as expressões. Shalom!

    ResponderExcluir
  7. PARABENS E OBRIGADO POR NOS DAR SEU TEMPO, NOS ABENÇOANDO

    ResponderExcluir
  8. Haftara de Vaielech não é equivalente a Oseias 14:2-10, Miqueias 7:18-20, Joel 2:15-27? Gloria a Deus por você crer em Cristo. É muito lindo de ver, um judeu que segue a Jesus.

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. como era lido o salmo 22 nos tempos de Yeshua?
    Seria a primeira frase do salmo como um título?

    ResponderExcluir
  11. א למנצח על-אילת השחר מזמור לדוד ב אלי אלי למה עזבתני רחוק מישועתי דברי שאגתי

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No verso 1 é interiço todo este texto: "Para o mestre de música. Conforme a melodia A Força da Manhã. Um salmo de Davi. Meu Deus! Meu Deus! Por que me desamparaste?Por que estás tão distante de salvar-me, tão longe dos meus gritos de aflição?"

      Excluir
  12. como posso fazer parte desta comunidade, sou filho de italianos ben yamitas e portugueses ben yamitas

    ResponderExcluir
  13. como posso fazer parte desta comunidade, sou filho de italianos ben yamitas e portugueses ben yamitas

    ResponderExcluir
  14. Shalom

    Muito interessante tal blog, e palavras a principio sábias Senhor Metushelach, me chamo Filipe e sou membro da comunidade judaico messianico Beit Tefilat Yeshua (BTY), gostaria que o Senhor humildemente me explicasse quanto as questões da Torah, no sentido de que o Mashiach mesmo disse que não veio revoga-la e sim cumpri-la, a maioria das congregações cristãs hoje do Brasil não fazem por exemplo a guarda do shabbat sagrado, e em suas bocas dizem respeitar irmãos de outras religiões mas em seus corações julgam o tempo todo (como todo ser humano faz..) e no fundo acham seus seguimentos religiosos mais corretos do que um ou outro, eu só queria saber uma visão do Senhor quanto a isso tudo. A principio, eu gostei de vosso blog. A paz de Adonai esteja conosco.

    YHWH Seja louvado
    YESHUA É o Senhor

    Shalom

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Filipe,

      A maioria das igrejas não tem estudos, pesquisas, alguem interessado em desenvolver o pensamento crítico dos fiéis pois isso pode trazer transtornos para seus objetivos, em resumo a falta de conhecimento gera tal controvérsia, oremos para que mais pessoas sejam despertadas para as verdades bíblicas em seu devido contexto.

      Fique na Shalom

      Excluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. Bem, meu Nome é Flávio e já FAZ um TEMPO que sai das "Kahilas" cristãs, fiquei decepcionado com as informações erradas a despeito de que Israel já era e a “GRAÇA detonou a LEI”!
    Contudo quanto mais ELES me proibiam a minha presença nos chamados encontro Amigos da Toráh, mas EU ficava curioso e teve um dia que fui a um retiro da Minha Comunidade Evangélica e nisso um dos pastores fez uma pregação a respeito de que Israel não era mais a nação escolhida por D´us e de repente me deu uma DOR de cabeça tão grande foi psicossomática em ouvir aquilo que parecia que ia explodir, fiquei triste em ouvir aquela pregação pois tinha um carinho muito grande pelos judeus e aos poucos fui me fastando do meio deles; não me sentia tão a vontade como nunca me senti e aos poucos fui me entregando a Beit Teshuvá que era Messiânica. Lá vi que haveria a probabilidade de ascendente judeu, porém não tinha certeza e passei a freqüentar, conheci também um remanescente ortodoxos que foi me ensinado como fazer alguns ritos referente ao Shabbat e, desde então, não fiz mais parte da tal Consciência Cristã que todo ano tem em minha Cidade e que dizia combater todas as heresias que fossem paralelas ao CRISTIANISMO autentico! Teve um pastor que foi lá na Congregação Beit Teshuvá insultar ao Rosh e um monte de gente que congregava foi testemunha dos ultrajes ao Líder daquela comunidade, eu fiquei decepcionado com atitude de tal pastor e com um tempo vinherão mais perseguição e afrontas!
    E com passar dos tempos deixei de vez o convívio com as Igrejas Cristãs protestantes e Católica Amo aos meus irmãos só não aceito que falem mal de Israel! Att. Flávio B. Ramos

    ResponderExcluir
  17. Shalom achiv!

    Gostei muito, tem como mandar porções no meu e-mail para eu estudar? Todá! adilson.cristao38@gmail.com

    ResponderExcluir

Faça um blogueiro feliz, Comente porfavooooooooooooor