שמע ישראל י-ה-ו-ה אלקינו י-ה-ו-ה אחד
Shemá Yisrael Adonai Elohêinu Adonai Echad

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Jesus filho de José - portanto tem seu DNA.


Primeiramente nos pautaremos nos termos originais e seus significados que regem o nosso entendimento sobre o tema.

Dicionário STRONG referencia n.° 02233 do hebraico זרע (zerá) significa "semente, semeadura, descendência, semente, sêmem viril, descendentes, posteridade, filhos."

Dicionário STRONG referencia n.° 3751 do grego οσφυς (osphus) significa "o lugar onde os hebreus achavam que o poder generativo residia (sêmen)"

Agora que temos conhecimento do significado intrínseco do termos, vamos às passagens:

Salmos 89:4 "A tua semente estabelecerei para sempre, e edificarei o teu trono de geração em geração."

Salmos 89:29 "E conservarei para sempre a sua semente, e o seu trono como os dias do céu."

Salmos 89:36 "A sua semente durará para sempre, e o seu trono, como o sol diante de mim."

1 Reis 2.33 "Assim, recairá o sangue destes sobre a cabeça de Joabe e sobre a cabeça da sua semente para sempre; mas a Davi, e à sua semente, e à sua casa, e ao seu trono dará o SENHOR paz para todo o sempre."

I Crônicas 17.11-14 "Há de ser que, quando forem cumpridos os teus dias, para ires a teus pais, suscitarei a tua semente depois de ti, a qual será dos teus filhos, e confirmarei o seu reino. Este me edificará casa; e eu confirmarei o seu trono para sempre. Eu lhe serei por pai, e ele me será por filho; e a minha benignidade não desviarei dele, como a tirei daquele que foi antes de ti. Mas o confirmarei na minha casa e no meu reino para sempre, e o seu trono será firme para sempre."
Atos dos Apóstolos 2:30 "Sendo, pois, ele profeta, e sabendo que D-us lhe havia prometido com juramento que do fruto de seus lombos, segundo a carne, levantaria o Ungido, para o assentar sobre o seu trono."

Romanos 1.1-3 "Paulo, servo de Yeshua HaMashiach, chamado para ser apóstolo, separado para o evangelho de D-us, o qual foi por D-us, outrora, prometido por intermédio dos seus profetas nas Sagradas Escrituras, com respeito a seu Filho, o qual, segundo a carne, veio da descendência de David e foi designado Filho de D-us com poder, segundo o espírito de santidade pela ressurreição dos mortos, a saber, Yeshua HaMashiach (Jesus Cristo) , nosso Senhor,"
Vemos portanto conforme estas passagens que o Mashiach deveria ser descendente carnal de David, isto é, deveria vir da semente, dos lombos, do sêmen e de forma mais moderna ter a carga genética de David, ter o DNA comprovatório de sua descendência, sendo que se aquele que se apresentar como Mashiach não tiver tal DNA, não pode cumprir as profecias.
Mas se Yeshua nasceu por intervenção divina de uma virgem conforme o relato de Mateus 1.18-25 “Ora, o nascimento de Yeshua HaMashiach foi assim: estando Maria, sua mãe, desposada com José, sem que tivessem antes coabitado, achou-se grávida pelo Espírito Santo. Mas José, seu esposo, sendo justo e não a querendo infamar, resolveu deixá-la secretamente. Enquanto ponderava nestas coisas, eis que lhe apareceu, em sonho, um anjo do Senhor, dizendo: José, filho de Davi, não temas receber Maria, tua mulher, porque o que nela foi gerado é do Espírito Santo. Ela dará à luz um filho e lhe porás o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo dos pecados deles. Ora, tudo isto aconteceu para que se cumprisse o que fora dito pelo Senhor por intermédio do profeta: Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho, e ele será chamado pelo nome de Emanuel (que quer dizer: Deus conosco). Despertado José do sono, fez como lhe ordenara o anjo do Senhor e recebeu sua mulher. Contudo, não a conheceu, enquanto ela não deu à luz um filho, a quem pôs o nome de Yeshua.”como poderia ele cumprir as profecias de ter o DNA de David?

Para começarmos iremos descartar a premissa de que Yeshua é descendente de David por Maria, pois como já explicamos no artigo " Genealogias de Jesua - A conciliação", a genealogia constante em Lucas 3, não se referência a Maria, mas sim a José, sendo assim não temos dados históricos quanto a alguma genealogia ligando Maria a descendência de Davi, e este fato é comum e ocorre pelo costume hebraico de nunca fazer referência a genealogias femininas, e de nunca conta-las nem mesmo nos censos populacionais por toda a Escritura, e vemos a presença constante da expressão "sem contar mulheres e crianças." conforme alguns exemplos em Êxodo 12.37 e Mateus 14.21 e 15.38. Então Yossef (José) da Tribo de Yehudah (Judá) descendente de David, é quem transmite sua carga genética para Yeshua, mas não de maneira normal por sua vontade, mas de maneira milagrosa por vontade de D-us.
Mas por que não poderia ser pela vontade do homem?

A concepção não poderia ser por vontade do homem, pelo fato que se houvesse a relação sexual o fruto seria gerado, conforme Gênesis 5.3, à imagem e semelhança do homem, e bem sabemos que o que fosse gerado a imagem e semelhança do homem pós queda, herdaria a tendência ao pecado conforme Romanos 5.12,19 e Romanos 7.15-25, sendo assim Yeshua para cumprir o propósito divino de redimir a criação, nasce pela vontade de D-us, conforme podemos ver em I João 3.9 “Qualquer que é nascido de D-us não comete pecado; porque a sua semente permanece nele; e não pode pecar, porque é nascido de D-us.”.

Concluímos que Yeshua tem o DNA de David por meio de seu pai Yossef (José), por milagre, cumprindo as profecias de que o Mashiach teria que vir da descendência sanguínea de David, cumpre também o propósito divino sendo nascido por vontade de D-us, não carregando em seu ser a herança Adâmica de tendência ao pecado.

Por Metushelach Ben Levy

18 comentários:

  1. Shalom. Gostaria se possível que me ajuda-se a esclarecer algumas questões:
    O que vem a ser o pecado afinal, este só é passado pelo ato sexual e porque?
    O fato de Yeshua ter sido gerado no ventre de um ser humanno pós queda, não o faz herdeiro do pecado?
    Se o pecado foi praticado por Adão e Eva, pela desobediencia, ato moral, intelectual, racional, sei lá, como pode ser passado fisicamente, pelo ato sexual entre homem e mulher?
    Me ajude a esclarecer isto, dentro do pensamento judaico biblico. Obrigado, shalom

    ResponderExcluir
  2. Paulo Jorge,

    Primeiramente para saber o que é o pecado e quais os seus tipos, recomendo ler o artigo do Blog no link: http://judeu-autonomo.blogspot.com/2011/02/pecado-para-morte.html.

    Paulo peço também que você limpe a sua mente de todas as tentativas de se entender tal fato pois por suas questões me parece que você está muito distante do que o contexto bíblico impetra sobre tal tema.

    Para começar a falar sobre o assunto eu gosto de usar o texto em que Shaul (Paulo) em sua carta aos Coríntios no capítulo 15 relata sobre o tema da natureza terrena de Adam e transmissão desta natureza aos seus descendentes bem como a natureza espiritual do Mashiach e a transmissão desta natureza aos que nele confiam, e num ato de fé e arrependimento morrem para si e suas paixões e renascem em novidade de vida (Romanos 6:4).

    Mas para melhor visualização segue os textos de 1 Coríntios que retratam o tema.

    1 Coríntios 15.20-25 “Mas, de fato, O Mashiach ressuscitou dentre os mortos, sendo ele as primícias dos que dormem. 21 Visto que a morte veio por um homem, também por um homem veio a ressurreição dos mortos. 22 Porque, assim como, em Adam, todos morrem, assim também todos serão vivificados no Mashiach. 23 Cada um, porém, por sua própria ordem: O Mashiach, as primícias; depois, os que são do Mashiach, na sua vinda. 24 E, então, virá o fim, quando ele entregar o reino ao D-us e Pai, quando houver destruído todo principado, bem como toda potestade e poder. 25 Porque convém que ele reine até que haja posto todos os inimigos debaixo dos pés.”

    1 Coríntios 15.45-50 “Pois assim está escrito: O primeiro homem, Adam, foi feito alma vivente. O último Adam porém, é espírito vivificante. 46 Mas não é primeiro o espiritual, e sim o natural; depois, o espiritual. 47 O primeiro homem, formado da terra, é terreno; o segundo homem é do céu. 48 Como foi o primeiro homem, o terreno, tais são também os demais homens terrenos; e, como é o homem celestial, tais também os celestiais. 49 E, assim como trouxemos a imagem do que é terreno, devemos trazer também a imagem do celestial. 50 Isto afirmo, irmãos, que a carne e o sangue não podem herdar o reino de D-us, nem a corrupção herdar a incorrupção.”

    O que temos que ter em mente é que a queda de Adam fez com que ele perdesse a sua composição perfeita de imagem e semelhança do Criador, sendo que ao pecar ele trouxe morte à criação e é este estado corrupto em que o físico morre e que a mente se distancia de D-us, que é transmitido ao seus descendentes, sendo que o ato sexual é secundário nesta transmissão pois é por meio do ato que se gera descendência mas não é pelo ato em si que o estado corrupto atual do homem tem que ser transmitido, pois o homem já tem em sua composição a corruptibilidade e o ato sexual apenas replica pela combinação genética aquilo que já está presente na matriz.

    Levando em conta o seguinte verso de Gênesis que diz em Gn. 5.3 “Viveu Adam cento e trinta anos, e gerou um filho à sua semelhança, conforme a sua imagem, e lhe chamou Sete.” percebemos que foi por ter Adam gerado sua descendência à sua imagem e conforme a sua semelhança que tais descendentes não mais tem a imagem e semelhança do Criador que a principio até a queda, em Adam era refletida perfeitamente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  3. Para melhorar a compreensão do que ocorreu na queda de Adam, podemos criar a imagem de um ser de carne e osso que pela proximidade que tinha com o Criador que se apresentava todos os dias na viração do dia à ele, tinha envolto em seu ser uma resplandência espiritual, a mesma de Moshe quando desceu do monte Sinai com as Tábuas da Lei e a mesma de Yeshua no monte da Transfiguração e a posterior aparição a Yochanan (João) em Apocalipse, mas no momento da queda Adam perde esta capa espiritual que lhe envolvia, tanto que naquele momento se percebeu nu, e por ter perdido tal conexão direta com D-us é gerado dentro dele um imenso vazio que somente é preenchido pelo próprio D-us por meio de sua emanação a Ruach HaKodesh.
    Por ter perdido a emanação de D-us que lhe envolvia o Homem se torna um ser mortal fisicamente, e tem por causa do buraco que ficou em seu interior uma tendência a se auto preencher, que no judaísmo chamamos de Yetser Hará (Inclinação ao Mal), tal mal não é a princípio um mal moral, perverso e inescrupuloso mas sim uma mal em contraposição ao bem que o homem ainda poderia estar usufruindo se não tivesse pecado, mas tal inclinação do homem a se auto preencher e não se preencher do que é do alto o faz cada vez mais se distanciar da vontade de D-us, pois o homem ao receber pelo sopro de D-us no barro que ele era, as informações básicas de sobrevivência que modernamente chamamos de instintos naturais de preservação da espécie, ele se acha capaz de completar a sua existência e esta inclinação (Yetser Hará) faz com que as informações básicas instintivas sejam mal avaliadas, tendo-as como motivadoras da existência humana, sendo assim o homem tenta preencher o seu vazio do tamanho de D-us com tudo que não é D-us, e assim o homem ultrapassa os limites das necessidades instintiva e se afasta daquilo que D-us colocou nele representado por uma voz da consciência, pois ao passar do limite do instinto de se alimentar ele se torna um glutão ou um comerciante do que sobeja em sua mesa, ao passar do limite do instinto de beber e se alegrar ele se torna um beberrão e arruaceiro, ao passar do limite do instinto de se procriar ele se torna um fornicador, incestuoso, dado a prostituição e tudo relacionado ao sexo, ao passar do limite do instinto de proteção e abrigo ele se torna um homem de guerra e conquistador de territórios e assim todos os seus instintos são corrompidos fazendo com que cada vez mais ele tente preencher o seu vazio com que não é D-us, se afastando assim do próprio D-us.
    E tal constituição física e espiritual já envolta em morte e com um buraco negro a ser preenchido, é que os descendentes de Adam recebem como herança, não que eles já nasçam pecadores por herança mas sim com uma natureza que os direcionará invariavelmente ao modo de vida pecador, mas o homem somente se torna pecador no momento que peca, se não fosse assim as crianças que morre seriam invariavelmente condenadas ao lago de fogo e enxofre, mas vemos Yeshua dizendo que a características das crianças devem ser buscadas por aqueles que almejam o Reino dos céus conforme Mateus 18.3; 19:14 e 21:16 e algumas outras referências.

    ResponderExcluir
  4. Pare entender o por quê Yeshua teve que nascer sem o ato sexual eu sempre uso alguns textos de apoio como por exemplo João 1.12-13 “Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de D-us, a saber, aos que crêem no seu nome; 13 os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de D-us.”
    Vemos no verso 13 que um ser humano não é filho de D-us ao nascer pois foi feito pela vontade do sangue, da carne (ato sexual) e pela vontade da mente humana, isso faz com que o ser que nasce, nasça à imagem e conforme a semelhança daquele que decidiu ou planejou o seu nascimento que na realidade é um homem pecador, sendo assim o ser que nasce já tem aquelas condições já relatadas acima que o levarão invariavelmente a ser um pecador, mas Yeshua não nasce por vontade de homem, caracterizada na Histórica por seu nascimento virginal, e se não foi um homem que decidiu que ele nascesse mas sim o próprio D-us, então Yeshua nasce assim como Adam, à imagem e conforme a semelhança de seu Criador, mas não obstante a isso era necessário que ele nascesse de mulher, sob a Lei, vestido de um corpo corruptível mas sem o Yetser Hará pois não herdou o buraco do tamanho de D-us em si, causado pela queda e transmitido pela vontade do homem em se ter descendentes.
    Myriam (Maria) foi apenas um receptáculo da vontade de D-us e não co-autora da vontade de ter um filho Mashiach, sendo assim ela não lhe transmite a natureza caída.

    ResponderExcluir
  5. Paulo,

    Espero ter me feito claro, mas qualquer dúvida fique a vontade para perguntar.

    Fique na Shalom que emana do Mashiach Yeshua.

    ResponderExcluir
  6. òtima explanação. Entendi. Obrigado por ocupar seu tempo com minhas indagações. Mas, preciso do parecer de alguem de origem ou pelo menos de pensamento nao grego-romano. Quero entender o pensamento judeu-messiânico referente as Escrituras. Mais uma vez mto obrigado.

    Aproveito oportunidade de pedir esclareceimento sobre B'rishit 6. Ouve mesmo relaçoes sexuais dos anjos com as filhas dos homens, gerando gigantes. E que sao os gigantes citados antes deste fato? Obrigado.

    ResponderExcluir
  7. Paulo Jorge,

    Gênesis 6:2 "E viram os filhos dos senhores que as filhas do homem eram formosas, e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram."
    Filhos dos senhores é a melhor das traduções mas algumas traduções apresentam : Filhos de D-us outros dizem que são os descendentes de Set (Ibn Ezra);
    A palavra Elohim é singular quando se refere a D-us e significa "juízes" como em Êxodo 21:30 ou "anjo" em Salmos 82:6.
    בני האלהים Benê ha-Elohim - significa príncipes ou filhos dos nobres da Terra. No Targun Onkelos ou na versão Yonatan ben Uziel traduzem como "filhos dos grandes". O termo 'nefilin' que aparece no verso 4 refere-se a eles, provindo da raiz verbal nafal=cair, pois desceram de sua grandeza e nada tem haver com seres de estatura alta mas sim tem relação com sua posição social.

    Em resumo os filhos dos governantes seriam os descendentes de Adam que herdaram o poderio e governança, e as filhas seriam as descendentes de Caim que por serem desvirtuadas iriam educar os filhos dos descendentes de Sete de maneira a se esquecerem das instruções divinas, sendo que tais filhos desta união eram chamados de os caídos ou Nefilin por terem perdido a sua benção de seguirem as instruções divinas e invocarem o nome do Senhor, assim tais descendentes híbridos de Sete se tornaram como os caídos que habitavam a periferia das comunidades Setitas, e estes Nefilin eram nada mais do que a descendência direta masculina de Caim os chamados caídos.

    ResponderExcluir
  8. Alelu YA. Bem que eu sentia algo errado ao ler o texto em portugues, algo nao "bastia". Obrigado por sua pronta atençao. O que uma tradução mal feita ou tendenciosa nao faz! Se a palavra usada no original é Elohim, tudo passa a fazer sentido. Mas. como os tradutores sismam de traduzir- elohim como Deus, fica dificil entender o texto e leva a uma confusão só. Como no caso dos TEstemunhas de Jeová, uma seita bem conhecida, que diz serem os anjos, descendo para ter relaçoes com a mulhers na terra. Obrigado mais uma vez. Shalom.

    ResponderExcluir
  9. Caro Metushelach. Seria pedir muito que o amado me informa-se alguns sites ou até literatura como; livros, apostilas, para estudo. Estou procurando a VERDADE, pois, fui evangélico por mais de 20 anos, mas hoje nao tenho mais uma "denominação", mas quero continuar estudando, para chegar o mais perto possível da verdade. Por favor se poder me ajudar eis meu e-mail - paulopaixao2006@hotmail.com. Desde de já agradeço.

    ResponderExcluir
  10. Paulo Jorge,

    A verdade que você procura somente é encontra em D-us e na sua Santa Palavra que por meio da ação do Espírito Santo é compreendida paulatinamente por aqueles que em sinceridade de coração se colocam debaixo da vontade do Senhor.

    Mas para lhe ajudar com apoio pedagógico eu lhe recomendaria Ler o Manifesto Judeu-Messiânico do David Stern, é um muito bom parametrizador de como se deve estudar ou se colocar diante da contextualização judaica das escrituras.
    E para quem já foi evangélico a abordagem do Ministério Ensinando de Sião é muito boa, a da Congregação Beit Tefilá Yeshua do Rosh Eduardo Stein também é boa sendo esta mais judaica do ponto de vista organizacional e prático.
    Tem a Congregação Adonai Shamah do Rosh Marcos Andrade Abrão, que aborda temas de forma similar a forma que eu abordo aqui no Blog.
    Peço que não se envolva com a CINA, que não passa de uma SURD - Sinagoga Universal do Reino de deuzz-Mamom, são ex evangélicos descepcionados com o sistema que acharam na judaização dos cristão uma forma de serem diferentes e ganharem dinheiro, eles não se preocupam com a essência da Torah mas sim com a Letra, com o superficial e aparente.
    Quanto a livro, como eu já disse leia tudo que tiver do David Stern, Dom Finto, Joseph Shulam, Daniel Juster.
    Depois como mais aprimoramento pegue leituras mais técnica como do Geza Vermes, David Flusser, James Parkes, Herman Sanger e assim vai.

    Espero ter ajudado

    Shalom.

    ResponderExcluir
  11. Amado, acredito que YESHUA nasceu da relação de José com Miriam, uma relação normal, pois é mais fácil crer que ele teve o poder de resistir o mal sendo um homem em sua totalidade do que sendo um ser andrógeno, meio homem meio deus.
    O grande problema é que as pessoas querem coisas milagrosas e a igreja romana deu ao povo o que eles gostam - circo-.
    Não vejo problema algum em reconhecer que YESHUA nasceu como qualquer um homem, mas foi o único que nunca pecou, foi o único que resistiu ao diabo e venceu a morte.
    Negar a natureza humana de YESHUA é negar o poder do ETERNO em YESHUA, ELE nasceu do homem, mas viveu debaixo da natureza do ETERNO.
    A historia do milagre virginal é uma invenção da ICAR para poder justificar a idolatria à MARIA.

    ResponderExcluir
  12. JA PENSOU UM MARIDO TER RELAÇÕES COM SUA ESPOSA ELA ENGRAVIDAR E DEPOIS ELE PROCURAR DEIXA-LA SECRETAMENTE CONFORME RELATA UM DOS EVANGELHOS E SÓ NÃO O FEZ POR CONTA DA INTERVENÇÃO DO ANJO QUE LHE EXPLICOU O MOTIVO DE SUA GRAVIDEZ ETC ETC PROCURE LER A BIBLIA ACREDITANDO QUE ELA É A PALAVRA DE DEUS E AÍ VC VAI ENTENDER MUITA COISA SHALOM

    ResponderExcluir
  13. OLÁ, SÓ UM COMENTÁRIO; O TEXTO DE LUCAS CAP.3 DE FATO NÃO FAZ MENÇÃO À MARIA, MAS CONTRASTANDO A ÁRVORE GENEALÓGICA DE DAVI DE MATEUS 1.1-16 COM A QUE O DR. LUCAS APRESENTA NO CAP.3 VEMOS CLARAMENTE SE TRATAR DE DOIS TRONCOS GENÉTICOS. POIS MARIA SERIA DESCENDENTE DE NATÃ (I CRÔN. 3.5) E JOSÉ DESCENDENTE DE SALOMÃO, PORÉM AMBOS FILHOS DE BATE-SEBA. SALOMÃO SAIU DA LINHAGEM DOS REIS E MARIA NÃO, A ÚNICA DIFERENÇA, MAS AMBOS DERIVAM GENETICAMENTE DE BATE SEBA COM DAVI.

    ResponderExcluir
  14. Caro Rodrigo,

    Recomendo ler o artigo sobre a Conciliação das Genealogias de Yeshua, conforme Link: http://judeu-autonomo.blogspot.com.br/2010/12/genealogias-de-jesus-conciliacao-final.html

    ResponderExcluir
  15. shalom,mas uma vez obrigada pel a oportunidade de aprendizagem,p agloria de D-us leio a Biblia tds os dias,mas sempre se tem questoes das quais nos deixam duvidas até pq é uma questão d cultura.E gosto de pesquizar. Q Dus o abençoe

    ResponderExcluir
  16. Deixa eu ver se entendi,Deus fez com que Yeshua tivesse o DNA de José sem colocar o esperma de José em Maria?,me corrija se eu entendi errado,mas muitos dizem que Deus pegou o Esperma de José e colocou em Maria,uma espécie de inseminação artificial,mas se fosse assim,Yeshua teria herdado a natureza caída de Adão.Estava analisando a questão do número de gerações,porque por mais que Mateus tenha omitido nomes intencionalmente,ele o fez para obter o valor numérico 14,De sorte que todas as gerações, desde Abraão até Davi, são catorze gerações; e desde Davi até a deportação para a babilônia, catorze gerações; e desde a deportação para a babilônia até Cristo, catorze gerações.Mateus 1:17,então percebi que as gerações devem ser contadas a partir da deportação,assim como são a partir de Abraão e de Davi que na ordem de contagem são 1ª geração,quem nasceu a partir da deportação foi Jeconias,contemos agora:Jeconias 1ª, Salatiel 2ª,Zorobabel;3ª, Abiúde 4ª,Eliaquim 5ª,Azor 6ª, Sadoque 7ª, Aquim 8ª, Eliúde 9ª, Eleázar 10ª, Matã 11ª, Jacó 12ª, José 13ª,JESUS 14ª,assim o erro númerico do número das gerações desaparece.

    ResponderExcluir
  17. Primeiro o DNA proveem, dos dois ponto de vida ao qual Deus colocou na terra o esperma do homem e o ovulo da mulher, no caso de Jesus no qual eu tenho toda a certeza que foi concebido pelo o poder do Espirito Santo, é exato dizer e tenho a firmeza de dizer que Jesus não nasceu de um parto por ato sexual e sim por uma maravilha de Deus, portanto quando foi concebido ele recebeu a vida no vente e não foi ovulado.
    Sera uma blasfêmia dizer estas coisa jesus não nasceu do pecado.

    ResponderExcluir

Faça um blogueiro feliz, Comente porfavooooooooooooor